Make, Coisa e Tal - makecoisaetal.com.br
CABELOS
Terça - 24 de Outubro de 2017 às 14:31
Por: Tina Szabados

    Imprimir


Quem me segue há uns tempinhos sabe que fiquei um tempão usando o cabelo em tons de ruivo claro acobreado - uma cor linda de viver, mas que, como tudo na vida, encheu o saco (hahahahah).

A minha cor natural de cabelo é um loiro médio dourado acobreado - equivalente ao 7.34. Mas quando decidi mudar do ruivo para outra cor, fui fazendo experiências: primeiro fiquei loira e depois me apaixonei pelo marrom quente. E foi nessa cor que eu resolvi apostar minha fichas.

Primeiro porque a cor aquece o tom da pele da gente (deixa a cutis mais coradinha, sabe?). Depois porque a cor - que varia do castanho claro dourado, ao loiro médio dourado - é uma das apostas/tendência em tons de cabelo para 2018. Tudo isso sem falar que a nuance - que lembra a cor da casca da castanha portuguesa - é lindona demais, né?

Pois bem, a minha primeira experiência com o tom foi aplicando um tonalizante 7.1 (loiro médio acinzentado) sobre a minha base de cabelo que estava loiro clara e acobreada. Como sempre que meu cabelo desbota ele vai para o ruivo (não importa a cor que eu passe, desbotou, fica ruivo: loiro vira ruivo, castanho vira ruivo, violeta, vira ruivo!!!) eu quis neutralizar o acobreado dos meus fios. Foi por isso que usei o 7.1. E o resultado foi um marrom quente bem lindo. Olha:

Só que a cor desbotou na primeira semana depois da aplicação e logo, logo voltei - naturalmente - para o ruivo...


A make da foto foi a que criei esse ano para o Halloween - sim, faço maquiagens bem simples para o tema. Não levo muito jeito com maquiagem artística... O tutorial dessa make tá nesse link aqui

Daí, decidi reforçar o tom novamente, dessa vez, lançando mão da coloração Alta Moda é... Colore - que eu havia recebido em um press kit durante o evento da Alta Moda, aqui no Rio de Janeiro, no início de setembro. O tom escolhido foi o 7 (loiro médio natural), sem nuances de reflexo (nada de dourado, chocolate ou acobreado. Só o loiro médio neutro e bem natural mesmo). Fiz assim porque meu cabelo já estava ruivo médio e eu sabia que passar uma nuance neutra na mesma altura de cor (ou seja, no tom 7 - médio) seria suficiente para chegar novamente ao tom 7.7 ou 7.3 (ambas nuances referentes ao Marrom Quente).

O resultado da cor ficou realmente incrível! Amei demais!!! Olha só:

A cor obtida também ficou bem próxima a cor de referência - no site da Alta Moda é. Saca só:

O cabelo também se manteve saudável e macio depois da aplicação da tinta. Usei duas caixas porque tenho um cabelo bem cheio. Como a Alta Moda é Colore é uma das colorações com a maior quantidade de tinta depois da mistura (são 150 gramas obtidas em apenas uma caixinha), deu mistura suficiente para cobrir toda a minha cabeleira e ainda sobrou!!!

Na caixinha da Alta Moda é... Colore vem a bisnaga de tintura, um frasco de emulsão reveladora e folheto explicativo acompanhado de um par de luvas plásticas. Senti falta, somente, daqueles sachês de tratamento que a maior parte das tinturas em caixinha têm, sabe? Mas fora isso, a coloração fez bonito no meu cabelinho: cor fantástica e hidratação.

Se você quiser se jogar nessa tendência de cor, boas apostas de nuance são a 7.3, 7.7, 6.4 e o 6.7. Se o teu cabelo já estiver com uma base em tom bem dourado ou mesmo acobreado, vale usar uma coloração neutra.

E aí, gostou da minha cor nova de cabelo? Tô pensando aqui em - mais pra frente - me jogar num pretinho nada básico. O que acham?

ATENÇÃO: Esse post NÃO é um publieditorial. Ok?

SIGAM-ME TAMBÉM NAS REDES SOCIAIS:

Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, Google+ e Pinterest







Autor

Tina Szabados
contato@makecoisaetal.com.br

Tina Szabados é graduada em Jornalismocom especialização em Comunicação Empresarial pela Universidade Cândido Mendes. É coordenadora de Comunicação na empresa Enfática Comunicação & Marketing, tem 38 anos e é mãe de um garotão de 11 anos de idade e de um bebezão de dois anos! Apesar de já ter trabalhado em várias áreas da comunicação, é fascinada pela imprensa feminina, onde atua como editora no site Make, Coisa e Tal.

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://makecoisaetal.com.br/noticia/610/visualizar/