Make, Coisa e Tal - makecoisaetal.com.br
MAMÃE, COISA E TAL
Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 07:54
Por: Tina Szabados

    Imprimir


Olá pessoal!

Hoje não tem resenha, nem tutorial, nem novidades do mundo da beleza. Esse post é somente para que eu possa abrir meu coração para vocês e explicar o que aconteceu...

Depois de algum tempo (mais de um mês!) pensando, repensando, colocando a cabeça no lugar e tentando acalmar meu coração - em quase total silêncio com vocês - resolvi abrir aqui no blog a minha atual situação, o motivo de meu sumiço e o que realmente aconteceu para que eu tivesse ficado tão fragilizada emocionalmente.

Não sei se todas (e todos) sabem, mas sou mamãe de dois meninos: um de 11 anos e outro de dois anos e meio. Eles são lindos para mim e os amo num nível que fica até difícil escrever para vocês! Acho que só quem é mãe e pai sabe o tamanho desse tipo de amor.

Paulinho aos 4 meses e Marco Antônio - o irmão mais velho.

Desde que meu filho mais novo tinha oito meses, comecei a notar algumas diferenças do comportamento dele, quando comparadas com o comportamento do meu filho mais velho, na mesma idade. Ele engatinhou e andou no tempo certo. Ok! Mas aos 6 meses não balbuciou (não falou a famosa língua dos nenéns). Por volta dos 4 meses, por exemplo, ele começou a desviar o olhar e esse desvio foi ficando cada vez mais frequente. Quando chamávamos ele pelo nome, não olhava ou demorava muito a olhar. Só respondia aos chamados com muita insistência. Parecia nem ouvir! No início, achei que era a personalidade dele mesmo... Mas, aos poucos, o comportamento foi ficando cada vez mais peculiar. Ele enfileirava os brinquedinhos numa determinada ordem quase impecável. Juntava peças e brinquedos por tamanho, forma... e ele adorava girar esses objetos e balançá-los de forma pendular. Também notei que, ao dar um brinquedo que imitava um objeto do dia a dia - como um telefone, por exemplo - ele não usava da forma esperada. Não colocava o telefone de plástico no ouvido, imitando o comportamento dos adultos, mas simplesmente colocava-o no chão e girava-o. Também começou a demonstrar um interesse especial por carros e por ventiladores. Daí, comecei a suspeitar de algo mais sério.

Quando completou dois anos, veio a certeza para mim de que havia algo a mais... Comentei com a minha sogra e com meu marido e eles tentaram me acalmar, dizendo que devia ser algo normal, que as preocupações eram excessos meus, que cada criança tinha seu tempo e seu jeito e que logo eu veria que estava tudo bem.

Entre o fim de julho e a primeira quinzena de agosto, quando tirei férias, tudo ficou absolutamente claro para mim e já não tinha mais dúvidas. Conversei mais uma vez com meu marido e resolvemos marcar um neuropediatra para o Paulinho. Foi aí que veio a constatação: Paulinho tem o Transtorno do Espectro Autista (TEA), também chamado de Desordens do Espectro Autista (DEA ou ASD em inglês). O transtorno recebe o nome de espectro (spectrum), porque envolve situações e apresentações muito diferentes umas das outras, numa gradação que vai da mais leves à mais grave. Todas, porém, em menor ou maior grau estão relacionadas, com as dificuldades de comunicação e relacionamento social. Antigamente o TEA tinha outros nomes. Dependendo dos sintomas apresentados pelo indivíduo com o Transtorno do Espectro Autista, os médicos diziam se tinha Autismo ou Síndrome de Asperger (um tipo de autismo muito leve). Hoje em dia, não há mais essa distinção. Quem tem TEA pode ter os comportamentos do Autismo clássico, Distúrbio global do desenvolvimento sem outra especificação (DGD-SOE), ou Asperger. Ainda estamos avaliando, junto aos médicos o grau do Espectro Autista que o Paulinho tem.


Pra quem ficou curioso com essa questão do Autismo, vale dizer que não é uma doença, mas sim um transtorno. A pessoa com autismo tem grande dificuldade em se relacionar com as demais pessoas ao seu redor, em demonstrar e lidar com as emoções e dificuldades de comunicação. Algumas crianças nascem com o Espectro Autista, outras nascem sem nenhum traço desse transtorno e, aos poucos, entram no espectro. Não há cura em nenhum dos casos, mas o tratamento com psicoterapia, fonoterapia, alimentação diferenciada e tratamento médico podem melhorar muito a interação social e a comunicação do autista.

Alguns casos de pessoas famosas com Espectro Autista são os de Bill Gates (desenvolvedor do sistema Windows), do jogador Lionel Messi e da atriz Daryl Hannah.

Estimativas apontam que em todo o mundo há mais de 70 milhões de pessoas no Espectro Autista em seus variados graus. Os médicos não sabem informar a causa do Transtorno. Não há diferenças clínicas no organismo de um indivíduo com o Spectro Autita e de um indivíduo sem. Não há exames clínicos que demonstrem a condição... Mas o número de autistas em todo o mundo vem crescendo cada vez mais, sem causa aparente. Para vocês terem uma ideia do crescimento de casos no mundo, o Espectro Autista já é mais comum que a Diabetes e que o Câncer!

Embora eu já desconfiasse do diagnóstico, fiquei muito abalada com a notícia porque quando a gente tem filhos, criamos um mapa mental da vida futura de nossos pequenos. Pensamos em como serão na adolescência, se vão gostar de esportes, se serão focados nos estudos, os amigos, as viagens, as namoradas... Isso acontece num nível inconsciente . Daí você descobre que seu filho tem uma condição especial e tudo o que você imaginava para a vida futura dele cai por terra porque ter um filho com Espectro Autista é viver na possibilidade e não na certeza. Há pessoas com Espectro Autista que se desenvolvem muito bem e são capazes de grandes feitos, quase gênios (quem não lembra do filme Rain Main?). Outras, nunca falam e fazem poucos avanços na parte social - mesmo com terapias!


Paulinho aos cinco meses e aos dois anos: a falta de interesse em olhar para a câmera na hora de fazer a foto é um traço comum do Espectro Autista.

Como mãe, passei por longos dias de sofrimento. Primeiro chorei muito. Um choro quase convulsionado. Eu queria me descabelar, rasgar a roupa, gritar... Fiquei com uma sensação constante de que estava em uma caixa ou em uma sala onde as pareces estavam se fechando. Sentia-me sufocada.

Depois veio a negação. Eu não queria aceitar que era tudo verdade. Não dormia. Estava tendo uma média de três horas de sono por noite. E quando dormia, sonhava com o filho que eu achava que tinha. Via-o falando mamãe, papai, brincando com outras crianças, crescendo, se desenvolvendo... Daí acordava e me deparava com a realidade e chorava muito outra vez.

Sempre fui uma pessoa espiritualizada. Em minha vida, passei por muitos sofrimentos: perdi minha mãe aos 3 anos de idade, tive um pai e madrasta que me maltrataram muito da infância até a adolescência (dos 5 aos 16 anos), passei fome e muitas necessidades. Mas superei tudo, sempre com amor no coração, paciência e fé em Deus. Mas agora era tudo diferente! Briguei com Deus! Ficava me perguntando os motivos de estar passando por isso e não achava a resposta.

Também me culpei muito! Achava que a culpa era minha, que era uma péssima mãe, que era a responsável pelo autismo dele. Que eu podia ter feito algo para impedir, para melhorar essa condição dele. Odiei o meu trabalho! Odiei o blog pelas muitas horas que passava na frente do computador trabalhando enquanto ele estava na sala sozinho vendo desenhos e girando os brinquedos pelo chão... Fiquei muito mal e totalmente sem cabeça para falar sobre o assunto.

Hoje, um mês depois, continua sendo difícil. Ainda choro muito e há dias que sinto tanto estresse que o corpo inteiro dói. É dor física e dor emocional. Às vezes acho que nunca mais serei feliz novamente. É como se a Tina, que vocês conheceram, também tivesse morrido... Há outros dias que acordo cheia de esperança, focada em ajudá-lo a melhorar e confiante dessa melhora! Estou numa verdadeira gangorra emocional!

Ainda não sei, ao certo, quando voltarei com o blog... No momento, ando um pouco sem tempo porque estou fazendo todo o possível para ajudar meu filho. Mas essa semana o matriculei em uma escolinha e acredito que, assim que passar essa semana de adaptação, conseguirei voltar ao blog. Por favor, me aguardem tá? ;-)

Todo autista precisa de muita interação e muita atenção para se desenvolver. Por isso, mesmo voltando com os posts aqui no blog, não terei mais a mesma disponibilidade de antes para escrever resenhas, fazer tutoriais, responder a vocês nos comentários e nas redes sociais em tempo integral, sabem?

Minha vida e a vida da família todo mudou absurdamente! Estamos pensando, 22 horas por dia no desenvolvimento do Paulinho. Pesquisamos muito e descobrimos que alguns autistas têm melhoras de até 70% quando há mudanças na alimentação. Por isso, a alimentação dele agora é totalmente natural (sem aditivos, conservantes, corantes, açúcar sem glúten e sem caseína e lactose). Ou seja, faço tudo em casa: pães, biscoito, docinhos... Nada mais é industrializado. Isso demanda tempo diariamente. A Tina aqui agora precisa aprender a dividir o dia dela com outras atividades diferentes, além de tutoriais, resenhas e novidades no mundo da beleza. Se quiserem receitas 0% de glúten, 0% de caseína, sem lactose, etc, etc, etc, é só falar comigo. Estou com várias por aqui! (rsrsrsrs) Pensando em colocar algumas na categoria Vida Saudável do blog, inclusive!

Sei que a blogosfera nacional é cheia de colegas com uma vida mais calma. Pessoas com uma disponibilidade maior para escrever posts e resenhas para vocês - até diariamente, como eu fazia antes. Por isso, entendo se me trocarem por essas colegas! Mas espero que possam compreender pelo que estou passando e, se gostarem realmente de mim, possam ter paciência e esperar só mais um pouquinho pelos posts de beleza. Pode ser? ;-)

Bom é isso pessoal... Devo ter levado mais de uma semana para escrever o post que vocês estão lendo. Em alguns momentos foi bem difícil escrever. Mas achei que vocês tinham o direito de saber o que havia acontecido. Me senti na obrigação de explicar para vocês, que me acompanham por tanto tempo!

Um grande beijo para todas (e todos)!





Autor

Tina Szabados
contato@makecoisaetal.com.br

Tina Szabados é graduada em Jornalismocom especialização em Comunicação Empresarial pela Universidade Cândido Mendes. É coordenadora de Comunicação na empresa Enfática Comunicação & Marketing, tem 38 anos e é mãe de um garotão de 11 anos de idade e de um bebezão de dois anos! Apesar de já ter trabalhado em várias áreas da comunicação, é fascinada pela imprensa feminina, onde atua como editora no site Make, Coisa e Tal.

Comentários (191) Faça um comentário

  • Thamires
    No ano passado descobrimos que minha irmã, então com 10 anos, tem Asperger. Eu e ela sempre fomos muito grudadas mas eu me mudei pra longe dela há 3 anos e ficava aflita sem saber muito bem como estava a situação, também me perguntava se era minha culpa, etc. É absolutamente normal que todos que amam a criança achem que era possível ter feito algo que poderia evitar, mas não é. É uma condição genética que cedo ou tarde vai se manifestar. Agora ela toma a medicação correta, faz acompanhamento com psicóloga e a maior parte do tempo vive normalmente. Até acertar a dose foi um período complicado, ela ficava muito nervosa com tudo, tinha crises de choro e de gritar porque não sabia como lidar com as coisas, e em seguida apagava dormindo por quase um dia inteiro, mas isso acontece muito menos agora. Além disso e da alimentação saudável, o que a ajuda muito são as atividades estimulantes à criatividade. Desde pequena ela é muito inteligente e gosta de desenhar historinhas. Agora entrou num grupo de dança também e se dá muito bem. O diagnóstico dela diz que ela (agora com 12 anos) tem uma idade mental de 5 anos e por causa disso sempre vai precisar de uma certa supervisão, mas ela é muito cheia de vida e faz muitos planos pro futuro, como estudar francês pra ir pra França e ser professora. Pode ser um pouco mais difícil que pras pessoas "normais", mas temos certeza de que ela vai conseguir. Ela também estuda numa escola especial (tipo apae) e gosta muito, apesar do estigma com esse tipo de instituição. A escola normal estava fazendo muito mal pra ela. Em relação à espiritualidade, há uma teoria que diz que hoje em dia há muitas crianças no espectro autista porque possuem uma aura especial (crianças cristal) e vieram pra mudar o mundo. Enfim, respeite seu processo, mas espero que você não pare permanentemente seu trabalho maravilhoso com o blog e volte quando as coisas estiverem mais ajeitadas. Desejo muita força e tudo de bom pra sua família :)

    Segunda - 14 de Setembro de 2015 às 07:08h Responder
  • Carina Santos
    Deixar de seguir vc é impossível! Vc é muito querida e especial! Deus te dê forças pra continuar nessa nova caminhada!!!

    Quinta - 03 de Setembro de 2015 às 15:40h Responder
  • Karine Wojcikiewicz
    Tina, sempre acompanho seus posts, amo de paixão cada um deles. Já passei/passo por algumas situações bem difíceis... Uma coisa q aprendi, no início TUDO é bem difícil, lidar com o novo, fora do comum, nos assusta, nunca acreditamos q pode acontecer com a gente mas acontece, Deus nos escolhe, e justamente pq ele sabe q temos capacidade de suportar, crescer, ser mais ainda melhores seres humanos. Com a experiência q enfrentaremos pela frente, trocarem os e ajudarem os muitos mais pessoas q passam tb por alguma dificuldade. A família q vc e o Roberto construíram é uma família que passa uma imagem bem solida d segurança, passa muito amor, lealdade. Isso é lindo de se ver. E nos dias de hoje é uma honra saber q podemos acreditar e ver uma família nova, bonita, juntos e felizes... Vcs terao força o suficiente, serão mais ainda felizes, unidos e lindos e farao COM CERTEZA, o Paulinho uma criança perfeitamente feliz!!! Acredito em vcs!! Acredito no amor e na força desta família!!! Eu vou te esperar, o tempo q for necessário. Vc tem uma fanzona e agora mais ainda!!! Muita luz!!! Muita força!!! Bjo grand

    Terça - 01 de Setembro de 2015 às 10:07h Responder
  • Angélica
    Minha querida,sei bem como é receber uma notícia dessas, sou mãe e sou professora , trabalho diretamente com crianças com transtornos, especiais . Fique firme e tenha fé, não deixe transparecer teu sofrimento à ele. Você é a norteadora e a capitã desta viagem, mas como profissional da educação eu te pergunto: Já consultou outros médicos? Nossa indicação enquanto profissional da educação é, diagnóstico preciso é obtido certeza dos fatos ,somente após três diagnóstico. Fique na paz, muita luz pra você!!!

    Segunda - 31 de Agosto de 2015 às 23:27h Responder
  • Sarah
    Tina, querida, entendo cada linha dessa história. Sou mãe de um anjo azul de 4 anos e meio. Viva sua dor, seu luto, mas saiba que esse momento vai passar. Vc vai nascer outra mãe a partir de agora, uma mãe que vai aprender junto com esse garotinho que a vida vai ser um pouquinho diferente do que se imaginava. O autismo, apesar de fazer parte dos nossos pequenos, não os define em nada ! Haverá dias ruins e dias de intensa felucidade, e como qualquer mãe, vc vai rir e vai chorar. As vezes vai parecer que as terapias e o seu esforço não estarão funcionando. As vezes, ele vai fazer coisas que vão te deixar boquiaberta. É assim, são cheios de surpresa. E acredite, meu amor, vcs vão conseguir! Como já disse na postagem anterior que fiz p vc, não esqueça: por mais que ele não olhe nos teus olhos, nunca deixe de olhar nos olhos deles. Um beijo.

    Domingo - 23 de Agosto de 2015 às 19:52h Responder
  • Vanessa Leone
    Confia em Deus, td vai dar certo

    Domingo - 23 de Agosto de 2015 às 05:10h Responder
  • Kelly
    Tina vc é uma mulher muito querida!!! Tenha fé em Deus sempre, só ele sabe nos guiar pelos caminhos certos! Fique tranquila, tudo no seu tempo! Cuide do Paulinho, nossos filhos são o que há de mais importante em nossas vidas, ele é lindooo! Sempre estaremos aqui na torcida para que tudo corra e te esperando. Um Beijo ?

    Sábado - 22 de Agosto de 2015 às 17:06h Responder
  • Bárbara
    Tina, amada!!! Sou sua fã! Agora mais do que nunca! Saiba que Deus coloca esses anjos especiais em nossas vidas porque temos uma missão importantíssima: ser mãe. Com certeza, tu és muito capaz de dar todo o amor, suporte e atenção que ele merece. Força sempre. Um beijo grande no teu coração.

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 19:14h Responder
  • Raisa
    Nossa Tina, tenho 2 filhas e não posso nem imaginar 1/3 do que vc esta sentido, mas espero que Deus possa te confortar, e que esse bebê lindo Paulinho se desenvolva e não deixe esta condição atrapalhar o brilho dele, mas fé em Deus vei dar tudo certo, torço por vc, pela sua família, e espero que vc consiga passar por esta fase com muita coragem e garra, e que volte pra gente com muuuiiitas coisas boas, como sempre, bjo em todos fica com Deus. P.S. Deus da as maiores batalhas pros seus melhores guerreiros, entrega nas mãos dele.

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 18:44h Responder
  • Aline
    Fiquei triste por saber que você esta passando por momentos dificeis, mais confia em Deus vai dar tudo certo, estarei torcendo por vocês!

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 16:17h Responder
  • Jouse Souza
    Oi Tina, li o seu post, não tenho filho, sei que estar sendo dificil pra você, pois a sua vida deu um giro de 180 grau e você como mãe tem que dar o melhor para o seu filho. Você falou que o autismo não tem cura, me desculpa mais tem si. Não a conheço apenas acompanho os seus tutoriais não sei o seu credo religioso, mas Jesus pode fazer o impossivel acontecer.Não adianta você brigar ou questionar com Deus porque tudo isso estar acontecendo e nem se culpar pois nem você e nem Deus tem culpa. Minha querida busque a Deus com toda a sua força, não para questiona-lo porque disso ou porque daquilo, mas abra o seu coração e deixa Deus agir. Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre. Salmos 125:1beijos e fica na fé

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 14:45h Responder
  • Edinéia Rodrigues Lonjuino
    Força Tina, este é um momento de acreditar nos propósitos de Deus para a sua vida e de sua família. E te esperamos de braços abertos, pois também somos a sua família!

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 10:08h Responder
  • Meyre
    Você é uma guerreira forte e não está sozinha! =*

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 09:06h Responder
  • Tina
    Obrigada pessoal! Estou lendo todas as mensagens enviadas: aqui no blog, no Facebook, Instagram, SnapChat, Inbox, e-mails... Vendo muitas pessoas escrevendo, na dúvida, se vou ler... Mas saibam que estou lendo TUDO! Aos poucos, é claro. Não tenho como responder um por um, vocês sabem, né? Mas meu coração está repleto com tantas mensagens lindas, com tantas experiências compartilhadas de outras mamães, com tantas indicações de livros e blogs sobre o autismo, com toda a força, carinho e preocupação de vocês! Só posso agradecer por tanta luz enviada para o Paulinho, para mim e para toda a minha família. Muito obrigada! Vocês moram no meu coração!!!

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 09:03h Responder
  • Stefanni
    O meu irmão também é, no começo é difcil precisa de consultas com picologa, fono e varios varios exames, mas hoje ele tem 5 anos é super comunicativo e nem pareçe que tem uma pauta de austimo. Eu sei que no começo é assustador mas depois é tão gratificante ver cada ralização, fazer coisas que antes não costumavam fazer, vale muito a pena passar por isso por que o amor se multiplica mil vezes mais e a cada conquista pareçe que seu peito vai explodir de emoção. Então é dificil dizer não se preucupe, por que isso é inevitavel mais voçe vai ver que vai se sentir mais realizada como mãe por passar por mais realizaçãoes com seus filho.

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 08:06h Responder
  • Natali
    Oi Tina, lendo sua história me passou um filme, pois passei pelas mesmas angústias e medos. Hoje o meu filho Felipe está com 7 anos, estuda em uma escola regular, tem amigos, faz natação. Tudo com o auxílio das terapias, como psicólogas e fonoaudióloga. Tudo que posso te dizer é que terão dias bons e dias ruins, mas viva um dia de cada vez. Também mudei um pouco a alimentação da casa em função da condição dele. Se puder me passar algumas receitas, eu agradeceria e te passo algumas tb. Abraços.

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 08:02h Responder
  • Cristiane de Freitas Orvalho
    Olá bom dia Me interessei pelo seu post é confesso fiquei com o coração apertado. Também sou mãe é entendo como deve estar se sentindo. E natural nos revoltarmos contra tudo, mas com o tempo Deus nos dá discernimento para ir entendo é aceitando. Tenha fé, para Deus nada e impossível. Isso fará com que você ame ele ainda mais e aprenda muitas coisas antes não percebidas. Se tiver 1% de chance tenha 99% de fé. Um grande beijo

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 07:24h Responder
  • Renata
    Tina há algum tempo atrás eu fui bloqueada no seu facebook , quando te mandei uma mensagem e vc me respondeu e explicou os motivos, daquele dia em diante vc ganhou mais ainda minha admiração e respeito. Não tenho filhos, mas quando li seu desabafo, chorei mto. Tenho essa mania de me colocar no lugar das pessoas. Mas sei que essa angústia que senti, não chega em 1% do que vc deve estar sentindo. Peço ao Deus vivo, poderoso e verdadeiro que lhe dê forças, entendimento, coragem e serenidade para enfrentar tudo que vier pela frente. E não se culpe por ser uma mãe maravilhosa para seus filhos. Fé em Deus!

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 07:15h Responder
  • Veronica
    Somos muitas "Tinas" , que amam seus filhos especiais incondicionalmente e que se fomos presenteadas com Esses pequenos è porque seremos capazes de cuidar deles. Façamos a nossa parte e Deus fara a Dele. Nao estamos sozinhas. Nao somos melhores que as outras maes que empurram uma cadeira de rodas, da outra que be o filho morrer aos poucos de um cancer ou daquela que be o filho se afundar Mas drogas todos os dias. O nosso acalento è o amor que sentimos por eles. ??

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 03:28h Responder
  • Andrea
    Fique bem. No começo toda mudança causa grande impacto, mas seu filhinho vai lhe mostrar o caminho a seguir. Sou kardecista, e minha religião nos diz, que você ganhou um grande presente de Deus. Bjs

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 02:08h Responder
  • Alessandra D R Vigo
    Oi Tina! tambem tenho um filho com autismo , sei bem o que vc sente, mas se ganhamos esses anjos e porque somos capazes de crialos! Mas achei interessante a questao da comida,e com certeza se vc puder passar as receitinhas ficarei feliz!!

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 00:52h Responder
  • Valéria Duarte
    Hj foi a primeira vez q li sua página, foi muito emocionante pois tbm sou mãe e hj sou avó. Mas o q venho te falar nesse momento tão especial em sua vida é que : sim vc é uma pessoa muito especial e preparada por Deus, pois já imaginou um ser especial como seu filho nas mãos de uma pessoa sem amor, sem forças para superar dificuldades? Amada , vc foi escolhida a dedo por Deus para cuidar e amar esse lindo menino, tudo q vc viveu em sua vida da infância até a notícia do transtorno de seu filho, foi vc provando p Deus e para vc mesma q terias condições de amar incondicionalmente seu filho. Que Deus abençoe sua linda família e te cubra de glória.?

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 00:15h Responder
  • Bruna
    Olá Tina!!! Não costumo comentar em blogs, mas esse seu post me chamou atenção!! Meu filho vai fazer 4 anos, e também tive os mesmos problemas que vc!! Ele passa com a Neuropsicóloga, uma psicóloga que vai na minha casa todos os dias, além do próprio Neuro!! O começo é sempre perturbador, a gente nunca imagina q nosso filho poderá ter algo assim! Na verdade, essa palavra AUTISMO assusta!!! Mas eu, como mãe de um menino que pode ser (ainda não foi fechado o diagnóstico) te falo: Fica tranquila, não é um bicho de sete cabeças, eles precisam de cuidados extras, mas eu não gosto de tratar o meu filho como especial ou diferente!! Todos nós somos diferentes um dos outros, então pra mim, o meu filho é um serzinho que veio pra quebrar qualquer preconceito meu, e me mostrar q com muito amor e dedicação podemos mudar a direção e tornar tudo mais calmo, ameno!!! Não trabalho, me dedico a ele, meu marido e minha casa, e não me arrependo!! Tenha o seu momento, respeite-se, não é fácil, mas estou aqui para que vc saiba que esse desespero vai passar, e que quando vc menos esperar ele vai superar suas expectativas, vai mostrar que ele é tão capaz quanto qq outra pessoa!! Eles são mini gênios, ele vai te surpreender por diversas vezes!! Falo por experiência!! Procure um tratamento contínuo com psicólogos e neuros especializados em Autismo... Hj o meu filho faz o tratamento chamado ABA, e ele já fez bons avanços!!! É um tratamento comportamental. Fique em paz!! Tudo dará certo!!

    Sexta - 21 de Agosto de 2015 às 00:13h Responder
  • Angélica
    Oi Tina eu li seu blog e não posso deixar de tentar te ajudar com uma sugestão,até já te falaram deste livro "Autismo Esperança pela Nutrição" de Claudia Marcelino, mas gostaria de reforçar porque o li, e acredito muito nos avanços que a autora conseguiu com seu filho, através da mudança de alimentação.Tenha fé e desejo que consiga uma melhor qualidade de vida para o Paulinho e para você e sua família.Fiquem com Deus.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 23:23h Responder
  • Mary Mendonça
    Tina querida, não fique assim se Deus te deu esse desafio é porque Ele sabe que você é capaz!! então não se julgue não se culpe, fique forte fique firme, porque serão dias de descobertas sem fim para vocês e seu lindo também, trabalho em uma escola inclusiva e antes não tinha noção do quanto especiais eles são, então fica tranquila que tudo vai se organizar e você vai tirar de letra. "ah boa ideia a de colocar receitinhas pra nós, porque o que adianta um rostinho bonitinho sem uma alimentação saudável? um tem que complementar o outro" beijos que Deus te abençoe.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 21:46h Responder
  • Marcia
    Tina saudades ! nossa que historia , vai ficar tudo bem deus escreve certo com linhas tortas em breve tudo volta ao normal vocês só precisam acostumar com a nova rotina .beijos ! abandonar você nunca ...

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 21:32h Responder
  • Karine
    Estou gestante e tudo o que mais peço é que meu filho tenha saúde. Lembre-se linda... Deus te deu um anjo, e uma missão aqui na terra. Seu filho está bem, apenas é especial. Especial no sentido de que ele será único. Não dá pra desejar algo diferente de saúde. Saúde é vida. E isso ele tem. Tenha força, que seu filho está com você. Muitas maezinhas perderam seus filhos sem nem ter a chance de lutar. Vc vai se achar no olhar perdido dele. Vai encontrar uma formar dele te deixar mais próxima. Vai ver. Bjo. Fique com Deus. Eu baby é lindo.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 21:20h Responder
  • Roberta
    Tina, vc é ótima como blogueira e tenho certeza que melhor ainda como mãe. Todos temos medo do novo, do desconhecido, das mudanças, mas tenho certeza que vc vai conseguir dar conta de tudo ao lado da sua família. Desde já tudo de bom pros seus filhotes, tenho certeza que Deus tem escrito uma história linda pra cada um deles. Bjs e coragem.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 20:50h Responder
  • Jane Matos
    Querida, sinta-se acolhida por todas as mães do mundo! (Alguém colocou o chip da culpa nas mães, e não foi um ser divino.) Seu filhinho tem é muita sorte, de tê-la como mãe! Que Deus abençoe a toda sua família, e dê a paz, a harmonia,o amor, e tudo mais de que necessitem para a caminhada.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 20:37h Responder
  • Suelen Baker
    Boa noite Querida ainda não tinha lido sei blog Mas o título me chamou atenção e resolvi ler Costumo dizer para as mamães de autistas que Deus as escolheu por que são muito mito especiais e somente mães especiais poderiam cuidar de uma joia tão precisa quanto uma criança autista. Pois é preciso muito amor, muita dedicação, muito empenho, e esperança uma fé em que quando lemos não tem jeito na verdade traduzimos tem sim ele vai melhorar e vou fazer da vida dele a melhor possível E é assim todos os meia dias A minha filha autista de 7 anos de idade na verdade é minha enteada Sim não nasceu de mim, mas eu a escolhi quis ser sua mãe, quis dedicar meia dias a ela desde quando ela tinha 2 anos. Desde então foram dias difíceis, mas de muitas vitórias, eu percebi de primeira que ela era esse anjinho especial, mas a família do meu marido e ele não é quando falei não quiseram acreditar, passaram pelo processo da negação principalmente meu marido. Mas o amor é a fé de que tudo ficaria bem nos deu a força q precisávamos É hoje a July está progredindo muito Já fala demais canta é muito inteligente Não conversa, mas tenta se comunicar desesperamdamente, a relação com a família já não é irrelevante pra ela, ela demonstra fazer questão de nos mostrar tudo de nós deixar participar do mundo dela. E mãe mãe mãe mãe mãe toda hora pra todo lado Ah é uma coisa importante ela está indo muito bem na escola, apesar de ser uma autista clássica com todos os pontos bem acentuados ela está lutando e cada dia comemoramos uma vitória Então mamãe especial Seu filho chegará muito longe Pq o seu amor o ajudará E por menores q sejam suas evoluções pra vcs será uma alegria sem fim Que Deus abençoe imensamente

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 20:29h Responder
  • Kelly Souza
    Querida Tina.. A vida nos machuca as vezes né? Mas creia, existe um Deus que nos sustenta em nossas dificuldades, Ele não nos deixa sós. Creio que esses "obstáculos" só servirão para fazer Paulinho mais forte, ele vai te surpreender com a forma que enfrentará tudo isso, vai ver. Força querida! Que Deus abençoe vocês.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 20:19h Responder
  • Paula
    Tina, conheço seu blog adoro tudo que você posta! Você foi escolhida por Deus para cuidar do Paulinho, sei que você terá forças para enfrentar essa situação, você poderá ajudar muitos outros pais a reconhecerem os sinais do transtorno, dieta recomendada com suas receitas e mostrar para as pessoas a melhora do seu lindo menino! Boa sorte e que Deus abençoe essa família marailhosa!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 20:10h Responder
  • Iracema
    MAKE coisa e tal
    Vai dar tudo certo aos poucos vc vai aprender a lidar com essa situação e ajudar melhor seu bb,quanto as receitas adoraria receber dicas rsrsrs, boa sorte que Deus lhe de clareza pra ajudar seu bb.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 19:43h Responder
  • Daiana Moraes
    Olá boa noite! Também sou mãe e intendo o que é querer um mundo sempre melhor do que tivemos quando éramos criança, para nossos filhos que eles não sofram e não passem por nada dolorido na vida , mas infelizmente não podemos livra - los do mal que a vida traz. Mas você já é especial por ter observado algo em seu filho e poder ajuda- lo o quanto antes pois muitas mães não tem essa dedicação . Você é especial pois Deus escolheu você para cuidar dele isto quer dizer que você é capaz pois Deus não dá aquilo que não possamos aguentar você é capaz, nunca esqueça disso.Bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 18:38h Responder
  • Alessandra Dos Santos Ornelas
    não tenho
    Olá Tina... agora depois da tempestade que caiu sobre a sua cabeça, você já pode levantar a cabeça e respirar fundo e seguir em frente. Porque tanto o Paulino , como o seu filho mais velho e seu marido precisam de você ''GAROTA'', PORTANTO BOLA PARA FRENTE. E você vai ter que viver o presente e esquecer o passado, o que poderia ter sido e não foi, passou... Ser mãe não é uma missão fácil minha querida, a sua só ficou mais complicada agora, nada que você não conseguirá resolver logo. Agora tudo parece fora do lugar... como já lhe disse pare, respire e bola pra frente. As coisas com o tempo certo vão se ajeitar, ai você vai ver que é difícil porém... não impossível. Agora é hora de se dedicar ao Paulino, vai chegar a hora do filhote mais velho, a do maridão depois...a do blog. Uma coisa de cada vez. Um passo de cada vez sem pressa, mesmo porque a pressa não irá resolver seu problema e sim deixá-la ainda mais confusa. Sei que nesse tipo de situação queremos mesmo é uma solução eficaz e rápida e nem sempre é possível. Deus encaminha há pais especias, filhos especiais... Acredite nisso. Fé em Deus que tudo já deu certo. Abraços Alessandra

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 18:31h Responder
  • Edlayne Rodrigues
    Tina, ... Parabéns pela força e garra que está demostrando ter. Buscar informações sobre tal transtornos é o primeiro passo a ser dado para a sua aceitação como mamãe de uma criança especial e principalmente, para o desenvolvimento adequado para o seu filhão. Ainda não se conhece a cura definitiva para o transtorno do espectro do autismo. Da mesma forma não existe um padrão de tratamento que possa ser aplicado em todos os portadores do TEA. Cada paciente exige um tipo de acompanhamento específico e individualizado que exige a participação dos pais, dos familiares e de uma equipe profissional multidisciplinar visando à reabilitação global do paciente. Sou fonoaudióloga, e já vi muitas mamãe passarem pelo mesmo. E assim como você, são guerreiras. É difícil, mas não é impossível. Lembre-se: O desenvolvimento da criança começa na aceitação, amor e busca incansável do ensino aprendizagem dos pais, para com o filho. P.S: Deus dá as mais difíceis batalhas para seus mais fortes guerreiros.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 18:25h Responder
  • Karla
    Querida! Chorei rios com seu relato! Mas quero te animar, um pouco... Dizer que tenho colegas com filhos autistas q superaram, pesquisaram muito como vc e hj seus filhos nem parecem autistas... é sério... eu só sei pq acompanhei. Uma famosa que tem um filho assim é a SUZANA GULLO, esposa do apresentador MARCOS MION, eles dois falam muuuuuuuuuuuito sobre isso. Eles tem 3 filhos e o mais v elho, se não me engano, o ROMEO, eh autista. Cara, mais sem brincadeira, soh sei pq eles falam, senão nem perceberia! Sugiro vc entrar em contato com ela, pois ela ajuda muitas mamães com a mesma situação. Minha querida, nao DESANIME, tenha FÉ, se seu filho veio especial, é pq vc eh especial! E DEUS sabe o que suportamos... sei q vc deve questionar muitas coisas, mas quando vc questionar, pergunte PRA QUE..... o PQ ja nao importa mais. Vou coloca-la em minhas orações, essa fase de adaptação vai passar, seu filho irá se desenvolver muitooooooooooooooo e vc vai poder respirar 90%mais tranquila. Um grande beijo. Deus abençoe vcs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 17:54h Responder
  • Beatriz
    Tina, to vendo mta gente te dando quase pesames aqui e no blog, te acompanho tem um tempo e sou fã do seu trabalho, meu irmão tem 28 anos e é Autista, no nivel mais total e absoluto q algm pode ser Autista, ou grau, obviamente não é facil para a família, mas vc não vai ouvir um SINTO MUITO de mim, pq não é esse horror q as pessoas leigas acham. Não dê ouvidos para quem não entende do assunto é o meu primeiro conselho, e não tente explicar mto do q se trata para os mesmos, pq vc será questionada o tempo todo até o fim da vida, existe evolução mas não existe cura, não se iluda cm isso, e procure escolas próprias para Autistas, não force uma inclusão q não existe, pq vão falar isso p vc, no mais gatona, agora em diante é força na peruca e muuuuita paciência, eles exigem isso, e prepare-se para descobrir um amor fora de medidas! :D

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 17:24h Responder
  • Deralci
    Ola Tina, eu tenho uma filha asperge de 28 anos, ela so descobriu q era asperge com 25 anos, já meu neto tem 4 anos e minha nora esta ma mesma barca q vc,ela já passou por todas as fazes ,agora e fazer o melhor possivel para ele ser feliz,amo meu neto de paixão,ele adora alfabetos,e mexer no meu pc, minha nora ainda não entrou com dieta pq ele e muito briguento, ja minha filha aderio a dieta e esta se sentindo maravilhosamente bem, desculpa eu me entrometer no seu assunto,mas eu sei como e dificil aceitar,acho q pra mim foi mais facil pq eu tinha um irmão com sidrome de down,q Deus lhe capacite e lhe de muita esperança,para q um dia assim como eu vc possa comparecer na formatura de faculdade do seu filho, fique com Deus bjus

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 16:55h Responder
  • Marina
    Força aí mamãe! Seu filho é lindo e apenas pessoas especiais sao escolhidas para cuidar desses anjos. Uma dica: procure uma escola waldorf

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 16:53h Responder
  • Raquel
    Que Deus possa confortar e acalmar seus corações. Ainda não sou mãe mas posso imaginar o tamanho do seu desespero. Mas tenha certeza que Deus não nos dá uma cruz maior que podemos carregar. Acredite em vc e em seu potencial para vencer as lutas de cada dia que virão. Beijo grande!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 16:50h Responder
  • Elaine
    Levanta essa cabeça, pois Deus está com você e vai te guiar. Você está indo muito bem e dando sempre seu melhor, não se cobre tanto e com todo esse amor vocês irão encontrar formas dele levar a vida da melhor forma possível.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 16:14h Responder
  • Vivian Sioli
    Tina...Eu tbm não havia parado para ler seu blog, apenas acompanhava algumas postagens no face... Mas o link me chamou a atenção. Amada... espero de coração de você consiga entender os propósitos de Deus na vida de sua família. Não faço sequer a mínima ideia do que vcs estão passando, e vc em especial. Sou mãe, e me emocionei ao ler seu depoimento. Mas entregue 100% nas mãos de Deus, se acalme, se perdoe, e aceite. Ok, é difícil, isso eu sei. Mas é a melhor saída. A mais sensata. Confie. Tudo tem um porque, e se não conseguir entender agora, logo entenderá. Vc é uma pessoa muito abençoada, creia nisso! Muita Luz a vc e aos seus anjos lindooos! Um grande Beijo! Vivi Sioli.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 16:06h Responder
  • Bárbara Trindade
    Boa tarde Tina, Sinceramente, não conhecia o seu blog, mas o compartilhamento de uma amiga do face junto com a foto do seu filho (lindo por sinal) me fizeram ler sua publicação. Acredito que quando descobrimos ser uma mae especial, passamos por um processo difícil.. Primeiro a fase da dor, revolta e por quês, em seguida vem a fase do "eu preciso lutar". Talvez hoje você ainda não consiga ver o quão brilhante seu filho é, acredito que pessoas autistas são tão inteligentes que não vem necessidade de se submeter a coisas que nós fazemos. Penso que nós não fazemos ideia do quão inteligentes eles são. Acredito que ser mãe de uma criança autista não é fácil, mas ng disse que seria, vc tem um anjo que foi destinado a você cuidar e sei que sairá muito bem em sua tarefa. Sou mãe de uma criança com síndrome de down e hoje posso dizer com toda certeza, nós mães, sempre vamos conseguir, pq lutamos por amor. A vitória é certa, continue buscando pelo desenvolvimento do seu filho.. Dê o seu melhor e respeite os limites dele e seus. Você vão conseguir! Um beijo

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 15:20h Responder
  • Fran
    há um propósito para tudo nessa vida ,aproveite e mostre que ama Deus sob todas as coisas ,simplesmente confiando que ele esteve e esta com vc em todos os momentos e algo novo surgirá.! Deus te guarde!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 15:11h Responder
  • Ligia
    SABE FLOR ...NÃO É FÁCIL FALAR SABEMOS QUE QUALQUER DOENÇA QUE NOSSOS FILHOS TENHAM NOS ABALAM , MAIS PARTA DO PRINCIPIO QUE DEUS NA SUA SABEDORIA SABE OQUE FAZ...SÃO CRIANÇAS ESPECIAS...O NOME JÁ DIZ...ELAS ILUMINAM O NOSSO CAMINHO E NOS FAZEM TIRAR FORÇA DE ONDE SE ACHA QUE NÃO EXISTE...EXISTE SIM...ELE É LINDO E TENHO CERTEZA QUE VOCE VAI SABER COMO LHE DAR COM ESSA SITUAÇÃO...JÁ VI QUE VARIAS PESSOAS TE MOSTRARAM SUAS EXPERIÊNCIA...APROVEITE E LEIA COM CALMA...POIS ISSO SERÁ SEU PONTO DE PARTIDA...E NÃO SE ABATA ...PENSE QUE VC TEM UM ANJO DE LUZ ...BOA SORTE QUERIDA...AMO SUAS MAKE..

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:57h Responder
  • Melissa
    Tina, Saiba q só pessoas altamente capacitadas e qualificadas são escolhidas por Deus para ampararem seres tão especias assim, tenho ctza que tirará de letra tenho um sobrinho com "down" tudo é novo, tudo assusta, mas qdo nos damos conta tudo passa a ser tão natural que parece que não há nada de diferente; pois o amor supera tudo e os faz capazes de irmos além sem nem nem perceber!!! Bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:52h Responder
  • Cristiane Lima
    Make,coisa e tal
    Filhos lindos! Que a benção de Deus esteja com vocês!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:42h Responder
  • Natalia
    Força minha olhe a sua volta o quanto e querida Coisas especiais so acontecem com quem e especial Bjos Deus e com vcs!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:38h Responder
  • Rosy
    Sempre acompanho suas postagens no blog, sou sua fã agora mais ainda, sinta se privilegiada pois você foi escolhida por Deus para cuidar de um anjinho, muita força para você e para toda família. muita sorte nessa jornada. bjos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:36h Responder
  • Rainara
    Confesso que não tinha conhecimento do blog até me deparar com o link desse post no facebook. E que bom que eu li essa história! Te desejo toda força desse mundo pra passar por esse momento. Espero que seu filho fique bem, cheio de saúde e amor, que são os mais importantes. Com o tempo você verá que ele pode ir muito longe do que se espera, que ele não é limitado ou está em desvantagem das demais crianças. Sei disso porque tenho um caso próximo, que também foi descoberto aos dois anos, e ele é um garoto bastante inteligente. Sei que é difícil, mas não deixe que seu filho mais velho sinta-se de lado... Não se preocupe, tudo dará certo!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:28h Responder
  • Fernanda Rocha
    De mãe para mãe, Não tenha medo, não se desespere, eu sou mãe de dois anjos com autismo. O nascimento deles mudou minha vida e deu um novo sentido a tudo. Eu moro nos USA, a mais de 15 anos meus filhos foram diagnosticados com 1 ano e meio, começamos muito cedo todo o tratamento. Eu fundei um grupo de apoio as mães desde 2010, temos reuniões mensalmente. Eu também atendo as mães pelo telefone e ajudo a encaminhar ao tratamento adequado, a cada criança. Meu trabalho é voluntario, faço isso para ajudar mães como você que estão sofrendo e se encontram sem esperanças. Infelizmente no Brasil as informações chegam muito distorcidas, fazendo com que os pais fiquem mais angustiados? Se quiser conversar eu posso ligar para você se você tiver um numero de telefone fixo. O numero de crianças autistas esta aumentando no USA devido a capacidade dos médicos de identificar os sinais cada vez mais cedo, os diagnósticos estão sendo mais precisos é só isso. Antigamente demorava-se muito para fechar um diagnostico, quanto mais cedo tratar melhor será o sucesso? Eu escrevo a medida do possível em um blog o resumo de todas as reuniões do nosso grupo. Um grande abraço? Fernanda Rocha

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:28h Responder
  • Crislaine
    Tina, li tudo o que escreveu e simplesmente não tem como me colocar no seu lugar. Eu também nem sempre entendo porquê algumas coisas acontecem, e temos sempre a tendência de questionar a Deus, pq não saber os motivos nos afligem. Mas uma coisa eu tenho certeza: Deus te deu o Paulinho porque sabia da sua capacidade de mãe para cuidar dele.. De todas as mulheres ele sabia que você é a mais capacitada. Deus só dá desafios pra quem é capaz de superá-los. Por isso te desejo muita força, muita luz e que você sempre se lembre que ele é o presente que recebeu de Deus.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:08h Responder
  • Fabricia de Castro Ferreira
    Oi Tina, Se eu já te admirava pelo fato de ser tão atenciosa e gentil com as leitoras do seu blog, hoje essa admiração é imensurável. Se Deus permitiu que seu filho tivesse essa condição é porque Ele viu que você era uma pessoa muito especial e que não teria ninguém melhor para cuidar dele como você cuida. Você e sua família estarão em minhas orações. VAI DAR TUDO CERTO! SEU FILHO SERÁ BRILHANTE!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 14:01h Responder
  • Ana
    Se tiver um tempinho você poderá encontrar informações neste blog: http://caminhosdoautismo.blogspot.com.br/

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:56h Responder
  • Lygia
    Já deve ter lido que o Marcos Mion tem um filho tbm no Espectro né? Lógico que as pessoas vão ler meu comentario e dizer que "é diferente" ou "as condições dele são diferentes" ... enfim. O ponto que quero chegar é que ele se diz O ESCOLHIDO pra cuidar e ter um filho no Espectro, e que se a maioria fosse escolhida , o mundo seria melhor LINK DA MATERIA: http://enfrentandooautismo.blogspot.com.br/2014/01/marcos-mion-revela-que-filho-de-8-anos.html as pessoas tambem vao dizer " o que essa louca dos comentarios está dizendo, ela tem filhos nessa condição?" . infelizmente não fui abençoada com a graça d ser mãe,mas tive um aluno muito querido por mim (sei que na condição de professora que fui , nao sou mais ,nao poderia ter favoritos kkk) mas ele me ensinou muito. Falo e repito que não fui abençoada com a graça de ser mãe , mas acho que tbm nao entenderia a principio , respeito e acho muito bonito vc ter dado um pouco do seu coração pra gente .

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:53h Responder
  • Nilva Matara
    Olá, e bem vinda ao meu mundo!!!!! Tudo o que você descreveu, passei e passo todos os dias, meu anjo azul fará 3 anos domingo, dia 23/08/2014, é não verbal, e muito carinhoso, também fazemos o possível para tratá-lo e dar o suporte necessário, e sempre achando que podemos fazer mais!!!! Muito lindo seu relato, e muito, mas muito real..... em cada detalhe..... Só tenho que te desejar força, e não perca o foco..... nossos filhos são bençãos em nossas vidas!!!!! Parabéns!!!! Nilva Matara.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:51h Responder
  • Sandra
    Ola amiga, sei como é dificil esta situação, mais Deus te deu dois filhos lindos embora a gente sempre faça planos para nossos filhos mais é o Senhor quem escreve cada historia, joelhos no chão e coração aberto ao Senhor e algo que pode fazer para ajudar teu filho nessa caminhada, Ele pode todas as coisas e na oração que chegamos a uma intimidade com Ele, com palavras que saia do seu intimo ou ate com suas lagrimas quando nos falta as palavras para lhes dizer, tudo que vc procurar na ciência pode ajuda-lo muito, mais não esquece do Dono da vida, daquele que o gerou no seu ventre que formou cada ossinho dele cada detalhe e com capricho pois ele é lindo um encanto de menino, esse Deus que fez tudo não te deu um castigo e sim uma benção e com a ajuda Dele em oração e clamor vc vai ver que tudo vai ficar mais claro. Uma linda família Deus te deu e vai tbm te capacitar para fazer o melhor.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:50h Responder
  • Flavia Lima
    O que vc puder diminuir de flúor, já vai ser maravilhoso pra ele. Bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:43h Responder
  • Ana Carolina
    Tina, não se culpe! Não questione a Deus do porque, e sim para que? Deus nunca nos dá um fardo maior do que aquele que podemos carregar. Ele sabe de todas as coisas, e com certeza tem uma razão especial para que isso tenha ocorrido em sua família. Posso dizer isso pois minha sobrinha foi diagnosticada aos 7 anos com um câncer raro. Dentro de 15 dias ela foi operada. Acredito que esse foi um dos momentos mais difíceis para nós, ficar de mãos atadas, esperando, apenas esperando. Graças a Deus, ela se recuperou muito bem e hoje faz apenas o acompanhamento (hoje ela tem 11 anos). Mas, nossa família precisou passar por esse momento difícil e aprendemos muito com isso. A confiar que Deus é o dono da vida, e você, seu esposo e seu filho foram abençoados ao receber seu Paulinho. Você vai ver, irão aprender muita coisa com ele. Sei que nesse momento é muito difícil enxergar a situação por esse ponto de vista, mas peça a Deus para te guiar. Acompanho seu blog e sua página a um tempo, e vou continuar acompanhando sempre. Um grande beijo.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:32h Responder
  • Adriana
    Entendo muito sua preocupação , tenho um sobrinho espectro , foi já um grande passo vc detectar cedo e não ter a famosa negação , que foi o caso do casal pais do meu sobrinho Com a descoberta cedo poderá estimular e ter muito mais resultados positivos . Uma boa caminhada e que DEus abençoe sua familia linda !!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:29h Responder
  • Priscila
    Amada, não se desespere! Nosso Deus poderoso só envia crianças especiais para pessoas especiais; pessoas que ele sabe que são capacitadas a cuidar dessa criança da melhor forma possível. Vc é maravilhosa sempre acompanhei seu blog e sim senti a sua falta mas agora cuide de seu bb da melhor forma possível! Jamais sinta-se culpada . Tenho a amiga q o filho dela tbm é autista, se vc quiser passo o contato dela pra vc, assim vcs podem trocar experiências. Fique bem Ta ??

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:28h Responder
  • Giovana Núbia
    Oi Boa Tarde, saiba que VCS foram abençoados por Deus, Ele lhes concedeu a graça de conviver com um anjo, tenho sobrinhos gêmeos e um deles e autista, e todo dia agradecemos a Deus por Ele ter escolhido nossa Família para olhar, vigiar, educar e amar esse anjinho, sei que não é fácil, mas tenha certeza que não foi atoa que ele veio p Você, Deus Tinha certeza que VC é a pessoa certa p cuidar dele nessa passagem dele pela Terra, Um grande abraço.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:27h Responder
  • Betty
    Oi Tina! Fiquei super sensibilizada com seu post, pois também tenho um filho e sei que sempre queremos o melhor pra ele! Mas acho que Deus te confiou uma missão! Siga firme que Deus te abençoe muito! Bjos! Fique com Deus!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:26h Responder
  • Diane
    Te desejo tudo de bom. Força mãe guerreira.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:05h Responder
  • Naiara
    Oie Tina. Meu nome naiara sou uma mãe azul. Meu anjo se chama Anna Sophia ela tem 2 anos e 4 meses foi diagnósticada com TEA com 1 ano e meio.tudo q VC ta passando eu tb passei.e natural hj quase um 1 após o diagnóstico vejo tudo de uma forma diferente poderia te dizer várias coisas mais a mais importante e a única q vai te ajudar..é tenha fé em Deus entrega a sua vida e do seu anjo nas mãos dele e tudo dará certo. Por um bom tempo chorei fiquei louca. Hj vivo bem feliz e realizada.mais isso só aconteceu depois q acetei a Vontade de deus. Disse pra ele senhor seja feita a tua vontade se o senhor quiz assim q assim seja .mais te peço q senhor caminhe ao nosso lado. Q a cada pedra,dificuldades q aparecer q o senhor nos dê a mão e ajude a vencer..se o senhor achou dentro de tantas pessoas eu seria sua escolhida pra receber um anjo especial me sinto especial tb.e se sinta assim tb pois VC foi uma escolhida por Deus pra receber um anjo especial pra amar e cuidar.e é um Amor mais puro doce e sincero desse mundo. Dobre seus joelhos e diga pra Deus senhor eu aceito a tua vontade e obrigado por ter sido a sua escolhida esteja ao nosso lado sempre.sua felicidade agora vai ser diferente só quem e uma mãe especial vai entender ela vai vim de cada vitória dele cada conquista.vai só basta um sorisso um carinho dele pró seu dia transformar sempre nos mais belo. Lembre se Deus não escolhe os capacitados e sim capacita seus escolhidos.. E assim sera com VC. Bjus fica com Deus e tenha fé q tudo dará certo. Se puder me passe as receitas q VC tem to iniciando a dieta na minha princesinha obrigado.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 13:01h Responder
  • Silvava Lorena
    Tina, foi impossível não se emocionar com seu post. Há pouco mais de um ano, um priminho meu foi diagnosticado com Autismo, com 3 aninhos. Foi um choque para toda família. Ele não expressava emoções, não nos encarava e nem suportava que alguém fizesse isso com ele, não falava absolutamente nada, quando queria algo ele apontava, mas nem sempre conseguíamos entender o que ele queria, e por conta disso, ficava nervoso, batia suas mãozinhas na sua própria cabeça, ou se batia na parede, gritava, chorava, etc. Era desesperador para todos nós (inevitável meu choro neste momento). Antes do diagnóstico, ele passou por inúmeros médicos de diversas áreas, o que prejudicou, pois retardou o diagnóstico. Quando finalmente soubemos do que se tratava, já tinha se passado quase um ano. Foi uma mudança radical em toda a família. Como você disse, a alimentação foi mudada, e apenas com isso foi notável uma mudança no seu comportamento. Ele começou a fazer algumas coisas, como Fono e a prática de alguns Esportes. Mas, o que alavancou seu desenvolvimento foi a Terapia Ocupacional. Depois disso, ele começou a falar, a se tranquilizar, a pegar no nosso rosto e olhar para nós (particularmente, isso foi o que me deixou mais feliz), a nos abraçar, a nos fazer carinho, enfim, a mudança foi radical! Todas essas mudanças em poucos meses! O que nos deixa muito esperançosos! Hoje em dia, ele é outra criança, sem dúvida! Logicamente que o tratamento dele não finalizou. Enfim, resolvi resumir esta história porque sei o que está passando, sei o quão difícil é e será, sei que cada criança é única. Não sou de postar comentários, e confesso que nunca acompanhei seu trabalho. Não sei explicar, apenas me deu vontade de relatar nossa experiência. Não sei se lerá este comentário dentre tantos, mas caso leia, gostaria de deixar claro umas coisinhas: Uma criança com Autismo apresenta seus limites e suas dificuldades, isso é inquestionável, mas é extremamente sábia, capaz de nos ensinar muito, de nos tornar seres humanos cada vez melhores. Seu filho será capaz de muito mais do que você possa imaginar. Como você mesma exemplificou, ele poderá sim ter a profissão que desejar. Isso pode parecer improvável de acontecer, mas ao invés de se questionar "Por que isso aconteceu comigo?", pense no seguinte "Por que não comigo?". Hoje, pode ser muito difícil se questionar assim, sei disso, mas com o tempo perceberá. Seu pequeno lhe surpreenderá muito. Não lhe conheço, mas sei que você é uma mãe maravilhosa. Erga a cabeça, dê um freio em sua vida profissional, acompanhe o tratamento de seu filho, faça os exercícios em casa, e perceberá a mudança radical. Não se preocupe com seu trabalho, sua prioridade é seu filho, e pense que não terá que frear para sempre, mas que neste momento é fundamental essa pausa. Já escrevi demais (kkkkk). Sinceramente espero ter ajudado um pouquinho que seja. Se cuida. Desejo-te muita paz. Beijos.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:57h Responder
  • Denise
    Oi Tina querida, tinha notado sua falta mesmo. Super entendo que agora vai ter que se dedicar mais ao seu filho, que é um fofuxo. Vou ficar aqui aguardando suas dicas de beleza e talvez alguns posts sobre alimentação saudável. Bjaoo força ?

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:55h Responder
  • Cristina Kaline
    Tina,amo seu blog e amei conhecer sua história e saber o real motivo do seu "sumiço".... Louvo a Deus pelo Paulinho ter uma mãe tão maravilhosa como vc que será capaz de correr todos os riscos,buscar todo e qualquer conhecimento possível para ajuda-lo a ter o melhor desenvolvimento social,familiar possível. Sou Mãe e imagino o quanto está sendo difícil pra vc,mais Tina seja forte por ele(Paulinho),por vc e essa família linda que o bom Deus lhe confiou. Seja muito Feliz que Deus abençoe e guarde sua família e busque em Deus sua fortaleza....

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:53h Responder
  • Larissa Guiroto
    Seu filho é um presente... Não sou mãe, acho que mal consigo chegar perto do susto que levou, mas tenha certeza que Deus não abençoaria a pessoa errada para cuidar de um presente. Tenho certeza que ele vai se desenvolver. Autistas são maravilhsos, inteligentes... Confie em Deus :) Logo vc contará sobre a maravilhosa experiência de ser mãe de um autista.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:50h Responder
  • Carolina Galvão
    Primeira coisa que eu te digo aqui, Deus nunca te daria uma dor que você não aguentaria, se esta passando por isso, é porque ele sabe que você é forte o suficiente pra passar por isso, pra te tornar mais forte, e pode ter certeza, absoluta, que ele te deu o Paulinho porque sabe as belas mãos de mãe que você tem, ele te deu esse anjo dos grandes olhos azuis porque sabe o amor que você teria para dar a ele por todo o momento. Eu estava tão curiosa para saber o que estava acontecendo, não por curiosidade mas sim por preocupação, porque desde do dia que você me chamou pra poder escrever aqui no make coisa e tal eu sabia (porque acredito nas pessoas que temos que conhecer na nossa vida) que um dia de alguma forma eu teria que te conhecer, e essa forma foi a forma que as duas gostam muito, a maquiagem. O tempo todo que você pediu eu orei, não que eu seja muito religiosa, não, não sou, sou uma pessoa que tem deus no coração e faz sua oração quietinha dentro do quarto quietinha ! O Paulinho só esta começando uma vida que será cheia de alegrias, tudo passa, porque você é forte e abriu seu coração conosco, diante de nós que já somos mais de um milhão. E esse negócio de trocar não existe, todo mundo aqui visita sempre outros blogs, mas não tem como deixar aqui, é por isso que vejo tudo isso como uma grande amizade, porqe sempre visitamos outras amigas, mas não é porque uma amiga da uma sumidinha que esquecemos dela. Não sou boa em palavras como você tanto que você sempre da uma arrumadinha pra mim rs, mas eu queria abrir meu coração de verdade, queria te falar in box, mas resolvi falar aqui porque vi que ao meio desse tanto de comentário nesse post tem muitos corações abertos a você, a não teria o porque deu não abrir o meu. Estamos todas com você, te esperando ansiosas, porém com calma porque sabemos agora o que se passa. UM beijo :)

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:47h Responder
  • Ana
    É perfeitamente compreensível que neste momento sua prioridade é seu filho. Te sigo a pouco tempo, já compartilhei com pessoas e no meu face alguns posts seus, pq acho bem didático. Desejo do fundo do coração que você encontre esse equilíbrio, essa estabilidade emocional que foi perdida momentâneamente. Como você disse, já passou por muitas situações adversas e essa é mais uma que irá superar. O importante agora é viver um passo de cada vez, vibrar com todas as conquistas que seu filho irá ter, ainda que não seja o que vc esperava. Tudo vai ficar bem. Só confiar em Deus! Grande beijo

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:47h Responder
  • Paula Regina
    Olá, não conhecia seu blog, mas me interessei no título. Eu sou mãe de uma criança com necessidades especiais, ela tem diplegia, fazemos acompanhamento neurológico, fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional. Minha filha tem 2 a 6 m e não anda, não sei quando irá caminhar sozinha. Larguei meu emprego e me dedico a ela quando ela não está na creche. Passei por fases bem ruins como as que você citou e entrei em depressão. O ideal é você trabalhar o psicológico também, procurar um psicólogo bom, de precisar, não exite em visvisitar um psiquiatra tambémtambém. A gente sofre demais e fica praticamente impossível vencer sozinha. Precisamos de muito apoio e ajuda de bons profissionais para nós e nossos filhos. Fique bem e seu filho também. Espero que passe logo essa fase. Beijos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:46h Responder
  • Luana
    Fiquei emocionada com esses post, sabe se antes e já te admirava hoje admiro dez vezes mais . Vivo com a certeza de que Deus a todo momento tem cuidado de nós e tenho certeza que nesse momento ele está aí do sue ladinho , colocando a mãozinha dele sobre você e sua família , e sim eu tenho certeza que seu filho terá um ótimo desenvolvimento, por que com uma mãezona dessas que filho não faria o seu melhor , Jesus está abençoando você e sua família nesse momento e tenho certeza que o nome dele será exaltado diante da sua vitória , adoro suas dicas , adoro o blog . Que Jesus abençoe grandemente, você estará em minha orações

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:45h Responder
  • Valéria Antonia
    Deus não escolhe os capacitados....capacita os, escolhidos....sei q pode parecer fácil alguém Q está de fora falar muitas coisas....mas tenha certeza q vc se fortalecerá a cada dia....e não se culpe pelo teu desespero ele vai passar é vc se tornará mais forte e Qto ao teu filho ele não poderia ter uma mãe melhor....Fique com Deus .....teu filho lhe amará sempre do jeito dele mas te amará....bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:43h Responder
  • Cleide
    Deus na sua infinita sabedoria, sabe de tudo e não entregaria um anjo Dele para qualquer um cuidar se colocou nas suas mãos e porque confia em você . Vai dar tudo certo basta confiar. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que servem a Deus. Tenha fé, daqui a pouco tudo se encaixa. Deixa tudo nas mãos de Deus . Fica em paz, sua família é linda, e um presente de Deus

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:34h Responder
  • Cristiane Mel
    Me comovi com tudo que te aconteceu.. Estou orando por vcs. Deus é contigo, e tudo vai se encaixar com o tempo. Muita força e fé..

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:33h Responder
  • Elis Regina Correia Alves
    Olá Tina, li por um acaso seu blog, pois o título me chamou a atenção. Sou professora alfabetizadora e este ano também professora mediadora de uma criança de 6 anos com espectro autismo. A mãe dele é muito minha amiga e percebeu suas particularidades desde os nove meses. No ano passado que a conheci, pude vivenciar com ela as angústias da Inclusão e inserção no ensino fundamental (primeiro ano). Mas quero te dizer que as estimulações precoces fizeram toda a diferença pra ele, então corra atrás, eles tem um potencial incrível...meu pequeno aluno está se alfabetizando, lendo praticamente de tudo...tenho aprendido mais com ele do que ele comigo... é preciso aprender a viver um dia de cada vez, pois eles tem uma capacidade de superar nossas expectativas e até mesmo capazes de nos fazer criar expectativas.... Deus te presenteou com esta criança... as fases que está passando é natural.... mas daqui a pouco verá a oportunidade de pensar na vida de forma menos mesquinha e mais grandiosa...Deus te abençoe e abençoe teu pequeno, que ao longo da vida possa encontrar pessoas que venha agregar- se a você para ajudá-lo a ser uma pessoa amada e acolhida.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:24h Responder
  • Debora Natyelle
    Nossa não sei nem o que disser, mas que Deus te de toda a sabedoria divina para cuidar do seu filho, e que ao decorrer do tempo tudo volte ao seu devido lugar, seu filho e lindo. Você vai ser ainda muito feliz e vai ver que isso foi so mais uma etapa da sua vida. DEUS ABENÇOE VOCÊ E TODA A SUA FAMÍLIA.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:23h Responder
  • Valdenia
    Oi Tina, que Deus lhe dê força pra cuidar do seu bebê, vai dar tudo certo, tenha fé!!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:11h Responder
  • Monique
    Nunca li seu blog, mas me interessei pelo link e acabei lendo a sua história. Seu filho é especial dentro de diversas formas, ele é único e lhe trará muitas felicidades. Um exemplo de pais que lidam super bem com a situação é o Marcos Mion e a Suzana Gullo, eles sempre explicam sobre o espectro autista e conscientizam as pessoas, pode buscar inspiração neles e até ajuda para saber lidar, porque tudo relacionado ao assunto interessa o Marcos Mion. Não precisa chorar, já é uma benção você ter o amor dele e ele em sua vida. Beijos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:04h Responder
  • Dulci
    Bom dia flor, tenha em sua mente "Deus dá crianças especiais somente à pessoas especiais". Tenha fé e peça orientação a Ele. Oro por você e por sua família para que tenham calma e sabedoria para cuidar do seu príncipe! Muitos beijos.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:01h Responder
  • Clarisse
    Querida, chorei lendo teu post porque me coloquei no teu lugar e senti um pouco do seu sofrimento. Tenha força!!! Tenha fé!!! Vai melhorar...eu creio que Deus nos dá a cruz conforme conseguimos suportar e tenho certeza que tu foi e será a melhor mãe do mundo. Não se culpe, (quem sou eu pra falar, me culpo por tudo na criação da minha filha hahaha) tudo vai se acomodar. Fique com Deus e seja feliz com teus filhos.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 12:00h Responder
  • Raquel Barbato
    Tina. Admiro sua coragem em mostrar seus sentimentos para nós. De assumir que você está sofrendo com isso tudo. Eu tento imaginar como seria comigo. Só tento,por qur não posso dizer a você que sei o que está sentindo. Mas você é uma mulher inteligente! Uma mãe amorosa . Uma pessoa que tem uma experiência de vida! Deus permitiu que sua vida fosse exatamente assim. Então, Ele nunca te deixou e não vai ser agora wue deixará. Ele te mostrará os caminhos que você deve seguir. Se depender de você, seus filhos terão a melhor vida que alguém pode ter! Eles farão tudo que se propuserem a fazer. Ninguém pode subestima-los! Quando puder, nos dê notícias. Mas se quiser manter a privacidade, tb entenderemos. Sua família é sua prioridade. Seu tesouro! Seus filhos, são sua herança! Eles são lindos mesmo! Um beijo e fiqur com Deus!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 11:46h Responder
  • Danielle
    Tina, sempre vi seus posts e hoje não poderia deixar de ler esse seu desabafo, Deus sabe de tudo e se Ele te enviou esse anjo é porque Ele sabe q VC é capaz e confia nos seus cuidados. Especial é VC por ser essa mãe q teve um olhar especial de mae e perceber o problema do seu filho. Q Deus continue abençoando vcs bjos no seu coração

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 11:23h Responder
  • Lana Carolina
    Tina, tenha fé!! Tenho irmãos gêmeos de 5 anos e ambos foram diagnosticados como Autistas. Faz pouco mais de 2 anos e ainda vejo meu pai chorando por isso. Não se esqueça que o amor é a força mais poderosa do mundo e que você vai ser feliz sempre. Se dê um tempo sim, todos nós temos momentos de recolhimento e as pessoas que nos amam estarão sempre do nosso lado para ajudar. Vai ter sempre alguém aí pra segurar sua mão quando você tropeçar, gata! E nós, que te acompanhamos de longe, estaremos sempre aqui também! Estou mandando lindas e brilhantes vibrações boas pra você! Força, Tina! Todo momento "ruim"está predestinado a passar e o seu já já se vai e você vai ver a vida e os obstáculos com mais clareza. Beijos e um abraço bem apertado!!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 11:20h Responder
  • Ana Paula Rc
    Tina, não te abandonaremos, não somos insensiveis. Todos temos alguns obstáculos durante a vida. Não esmoreça, continue com fé. Deus não nos dá um fardo maior do que possamos carregar. Use seus tutoriais como forma de terapia para você, para melhorar sua auto estima e te dar um fôlego para continuar. Vc está num aprendizado, mas logo tirará de letra a nova fase e verá que o que era desconhecido será rotina. Seu filho está muito bem amparado, creio que a escolinha vai ajudar muito no desenvolvimento dele e na interação. Tenha certeza de uma coisa: Há coisas piores, agradeça a Deus todos os dias pela vida dele e de sua família. Parabéns pela iniciativa de compartilhar isso e força! PS: Sou portadora de Síndrome de Marfan, tenho 32 anos, diagnosticada somente aos 14. Minha mãe passou por maus bocados comigo também, mas hoje tomei as rédeas da minha vida, me formei em Letras, passei em um concurso público e me casei. Normal eu não digo que sou, mas vivo muito bem, do meu jeito e sou muito feliz!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 11:16h Responder
  • Adriana Schwartz Rebonato
    Tina Seu pequeno lhe trará muitas alegrias e será muito feliz. Deus tem um propósito na vida dele e colocou ele pra VOCÊ pois também tem propósito nisso. Ele é lindo e com o tempo verá que isso será superado com a ajuda do seu amor. Todos nós temos algum tipo de dificuldade em alguma área. Talvez a do Paulinho seja área da comunicação. Mas ele tem uma família que o ajudará com todo o necessário. E te digo mais; garanto que se todos formos para uma análise neurológica, muitos sairemos da consulta com orientação para tratamento de algum tipo de transtorno. Sejam felizes ...DEUS OS AMA DEMAIS!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 11:12h Responder
  • Antonia
    Tina, Graças a Deus são outros tempos! E hj em dia tudo é possível! Há mais estudos e informação sobre tudo isso, e mais profissionais capacitados para bem orientá-la. Sugiro alguns livros: "AUTISMO, ESPERANÇA PELA NUTRIÇÃO", "DIETA DA MENTE", E também alguns Blogs: http://www.annaramalho.com.br/news/blogs/daniele-barbosa/13567-autismo-como-uma-mae-melhorou-a-vida-do-seu-filho-pela-alimentacao.html http://pat.feldman.com.br/autismo-porque-somente-uma-dieta-livre-de-gluten-e-caseina-nao-e-suficiente/ Deus os abençoe! bjss

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 11:08h Responder
  • Monique Laurencia
    Oiii. Muitas saudades de vc e de seus posts. Minha linda Tina, tbm sou mãe e pra ser sincera, não posso nem imaginar o que vc está passando. Casem primeiro lugar quero te agradecer o carinho e o respeito connosco, sem palavras....mostrou o seu compromisso e amor pelo que faz. Parabéns pela sua coragem em dizer, cada reação e não "esconder" ou simplesmente encerrar o blog. Parabéns pela mãe que és! Pq como vc disse, só quem é sabe realmente de que amor estamos falando. ... O verdadeiro amor incondicional! Sou cristã e abaixo de Deus, sempre em primeiro lugar virá o meu filho! Pois a nossa felicidade estará em vê-los felizes tbm. Que o Senhor seja a tua força! "O Senhor é bom, ele serve de fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam Nele. " Naum 1:7

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 11:01h Responder
  • Mariana
    Prezada! Aproveite para escrever mais sobre su experiência de como lidat com o transtorno! Tem muitas mães na mesma situação que você e que gostariam de dividir, comparyilhat experiências! Sou estudante de psicologia e seu relato foi muito enriquecedor pra minha formação! Beijo de amor!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:58h Responder
  • Elizabeth
    Tina, realmente é uma situação que deixaria qualquer mãe fragilizada. Eventualmente, teu filho terá um diagnóstico mais preciso e vai se saber mais sobre como tratar o caso dele. Enquanto isso, por que não experimentar alguma terapia alternativa? Musicoterapia, arteterapia... essas coisas comprovadamente ajudam bastante! Se ele demonstrar gosto por alguma atividade física ou brincadeira específica que possa ser levada a uma atividade física, vale à pena considerar também. Dá uma pesquisada, que a atividade de buscar ajuda pro teu filho pode até te ajudar a se sentir um pouco menos frágil em relação à situação dele. Falando sério... não consigo imaginar como você deve estar agora, mas é preciso força--algo que você, como mãe, certamente tem. Com risco de parecer clichê, mas sabendo que é assim mesmo: foco, força e fé! Vocês vão encontrar soluções e essa tristeza vai passar. Desejo que tudo fique bem! Abraços

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:54h Responder
  • Nana
    Tina,bom dia! Peço que continue com toda essa fé que lhe manteve de pé durante toda a sua vida! É com ela que vai acalmar seu coração, encontrar paciência, e força para colocar tudo no lugar. Como vc mesma já disse você não é a primeira mãe a passar por isso e tbm vencerá como muitas q conseguiram em Deus discernimento para enfrentar tudo que passará daqui pra frente. Q Deus abençoe toda a sua família e faça do Paulinho um guerreiro que com muito amor,força e carinho da família que vencerá todas as batalhas da vida!! Bjs ??

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:53h Responder
  • Alessandra
    Tina, confesso que não conhecia seu blog e seu trabalho. Foi uma colega que compartilhou seu depoimento sobre o Paulinho e, eu curiosa, fui ler. É um dos depoimentos mais sinceros que já li. Sei bem o que é esse misto de sentimentos. Tenho um filho de 5 anos que tem Síndrome de Down. Toda sua declaração da surpresa de diagnósticos, dúvidas sobre o futuro, sentimento de culpa... bem, tudo isso eu passei. Mas posso te dizer algo com exatidão: tudo isso passa! Você vai ver o quanto eles nos surpreendem. Cada conquista é super comemorada. Eles são capazes de tudo. Há inúmeras terapias e, as vezes, até medicamentos que podem auxiliá-los. Acalme seu coração para que você tenha força de fazer por ele (sem esquecer o Marco Antonio) tudo o que for necessário. Sempre tive comigo um lema: farei pelo meu filho tudo o que eu puder para seu desenvolvimento; se algo ele não alcançar, será por limite dele, não por falta de estímulos meu. Em alguns momentos, cansa. Acredite. Mas as alegrias são muito mais marcantes. Pode ser que nada dito agora faça você refletir. Mas em pouco tempo, você lerá essas mensagens e dirá: foi bem assim... Estará sorrindo. Essa fase é necessária. São esses sentimentos que nos fortalecem. Acredite: tudo dará certo. Se tiver algo que eu possa ajudar, conte conosco sempre. Grande beijo para você e sua família.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:49h Responder
  • Lucinéia Gomes Teodoro
    Tina que a paz de Deus conforte seu coração assim como confrontou o meu quando descobri há 3 anos que meu que na época com 9 anos não tem o Centro dos dois olhos, ele encherga pela visão periférica e lê com o auxílio de lupa e tele lupa. Há três anos oro e peço forças, pois sei que as células que morreram não se regenarão e se continuarem morrendo meu filho que hoje com onze anos adora um computador, games e tudo da idade poderá ficar cego. Não há cura, nem cirurgia,o que há é fé, muita fé no nosso bom e poderoso Deus que é o médico dos médicos. O diagnóstico ainda é inconclusivo, dizem estar em estudo pois é muito raro. Tina como mãe sei o que você passa e em minhas orações você é seu pequeno estará. Muita fé minha querida, as coisas tendem a se resolver! Bj e fica com Deus.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:46h Responder
  • Tatiana
    As Entendemos o agir de Deus muitas vezes, mas na palavra Dele diz, nada acontece sem a permissão Dele. Como mãe posso entender sua dor, mas sei que Deus te dará forças para essa novo episódio em sua vida e lá na frente vc verá o porque! Lembre-se o amor de Deus é incondicional! Ele é fiel. A fé não é faz as coisas serem fáceis ac mas faz elas impossíveis! Jesus ama vcs!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:43h Responder
  • Dayhane Lima Kuczka
    Deus mandou eu te explicar essas coisas e resolvi publicar aqui e no face pra ter certeza de que você irá ler... Tina, de tudo isso que você escreveu eu tenho duas coisas que acho fundamentais pra que talvez conforte um pouco seu coração. Primeiro é que você acha que Deus iria mandar um Anjo Especial para ter qualquer mulher como mãe?Uma mãe que seria fraca, despreparada e que não saberia ou teria forças para suportar as adaptações? Não! Tinha que ser uma mulher que venceu na vida apesar de muitas dificuldades e sofrimentos e que apesar de não ter tido uma estrutura familiar na infância, teve a força e dignidade, sabedoria de criar uma família feliz. Perceba, olhe pra trás e veja que você já estava sendo moldada, preparada para a chegada do seu Anjo! Outra coisa é que não culpe seu trabalho, MUDE ESSE OLHAR, agradeça a Deus por ter uma profissão que te possibilite trabalhar em casa, enquanto está perto do seu filho que brinca e vê desenhos na sala. Tina, já pensou se trabalhasse longe e ficasse o dia todo fora de casa como tantas outras mulheres tem que fazer? Pra mim o seu trabalho é só mais uma prova de que tudo estava sendo preparado. Acalma teu coração...chega de choro...é hora de levantar. Você e seu filho são muito mais do que as estatísticas, faça a diferença que você sempre fez e não deixe o medo ou a incerteza tomarem conta de você! Tenha certeza de que ele vai ser uma criança e um homem muito feliz e realizado! Muita luz pra você amada!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:37h Responder
  • Teresa Itami
    Tina, seu filho é lindo e você é especial. Deus escolheu você para ser a mãe do Paulinho porque você é especial e tem forças (que talvez você ainda não saiba que tem) para essa caminhada. Imagino o que está passando...mas vai superar. Mas não se culpe, não se martirize, e tenha consciência que você também precisa de um acompanhamento com um profissional, para ajudar a entender esse mundo do Paulinho. Eu tenho certeza que nessa caminhada Deus está te guiando. Beijos e fique em paz!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:35h Responder
  • Mara Martins
    Oi linda! Nossa fiquei muito emocionada com sua historia o que posso te desejar é força pra superar esse momento é muita saúde pra cuidar do seu filhote que é um verdadeiro príncipe. Deus vai te abençoar te mostrando o caminho para que você possa cuidar do seu filhote, tenho certeza que você vai ser uma excelente mãe, não se Culpe de nada você é especial teve filhos maravilhosos. É uma mãe muito comprometida com a familia. Antes que eu me esqueça tenho um sobrinho da mesma idade do seu filhote e ele não pode comer nada com lactose, se não for te atrapalhar gostaria muito de ter novas receitas sem lactose. Beijos e fica com Deus.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:35h Responder
  • Juliana
    Olá. ..sei que coisas que acontecem com nossos filhos doem muito em nós mães. Mas não se desespere tanto aproveite cada vitória no desenvolvimento do seu filho. Goze do dia a dia com ele como se não houvesse as limitações porque pensar no futuro hoje em dia é difícil mesmo pra quem tem filhos com desenvolvimento natural. Não sabemos do amanhã. Sou mãe de três tenho uma filha adolescente que teve uma vida sempre ativa inteligente saudável e hj com 11anos está muito rebelde não se interessa por nada nenhum esporte nenhum curso que a ajude a crescer literalmente...espero que consiga acompanhar meu raciocínio de que viver e aproveitar eles hoje é o mais importante. Você no futuro vai receber de volta a dedicação e o amor dado hoje de maneira positiva. Tudo irá correr bem. Quando se sentir melhor emocionalmente sacode a poeira e começa a vlogar coisinhas descuidados com seu filhote no blog no canal que as leitoras com certeza vão te apoiar fazer uma boa companhia nessa jornada. E assim também vais estar ajudando outras mamães com as mesmas dúvidas e interesses que você. Deus vos abençoe grandemente.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:34h Responder
  • Pati Quental
    Tina, eu nunca consigo falar direito sobre isso com as pessoas e explicar tão bem o autismo como você o fez mas já convivo com o diagnostico a mais de 3 anos. Sei que a fase do diagnóstico é terrivel mas o seu Paulinho tem capacidade de ser tudo que ele quiser!!!! Tenho certeza absoluta que com a sua dedicação e empenho vai dar tudo certo. No que precisar de mim pode me chamar. Te mandei inbox no facebook. Beeeijos e muito amor pra vocês!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:30h Responder
  • Fernanda
    Hey Tina! Seu filho precisa de muito carinho e atenção nessa fase maluca de adaptação à condição dele. Mas também precisa que você seja forte e feliz, e pra isso você precisa cuidar de você, da sua auto estima, do seu trabalho e da sua vida. Não se anule! Só assim vc consegue fazer alguém feliz! Se a pessoa mais importante da sua vida não for você, uma etapa muito importante no processo de direcionamento desse serzinho tão especial estará sendo pulada. Então seja corajosa e se ame, se apoie e se perdoe! Assim todo mundo cresce, saudável, feliz e independente! Um beijo, e muita luz no seu caminho.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:27h Responder
  • Jamile Freitas
    Olá linda Vc tem motivos de sobra pra ficar feliz, pois poucas mães tem esse presente de deus de ter uma criança especial . Deus escolheu vc para cuidader do Paulinho, e sabe pq que ele escolheu vc ?????,pq não existiria mãe melhor do que vc para ele . O Paulinho é bênção na sua vida ! , uma dadiva de deus ! E seus vai abençoar muito sua vida ainda ! Bjs linda e sempre pense que deus esta com vc !

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:26h Responder
  • Juliana
    Tina, fiquei extremamente emocionada com seu depoimento. Sou psicóloga formada há 12 anos. Já fiz acompanhamento com algumas crianças lindas e especiais como seu filho. Acredite sempre que tudo que vc fizer e já está fazendo, ele está sentindo o tamanho do seu amor (mesmo que não responda como comumente esperamos!). Cada comidinha especial, cada ida à fono, ao psicólogo é um gesto de amor ele recebe. Pela minha história profissional também, posso te assegurar que vc vai aprender muito com este anjo. Vc não imagina o quanto! Vcs, juntos, ainda vão muitos aprendizados e experiências transformadoras juntos. Tenha fé, persevere e acredite. Sei o tamanho da sua dedicação com o blog e conosco. Não posso me esquecer de quando te pedi a maquiagem da Monster High e vc prontamente me atendeu de forma linda!!! Pode deixar...não vamos te abandonar! Agora a prioridade é seu filhote... quem sabe depois vc não faz um blog sobre o assunto? Mas isso é coisa pra depois. Sei que estamos em cidades diferentes, mas, profissionalmente o que vc precisar de mim é só chamar: julianasouzae@hotmail.com e se precisar de um ouvido também, estou aqui! Fique em paz. Vc vai conseguir ir com seu filho muito além do que você imagina e ele vai te ensinar muito! Beijos. Ju.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:26h Responder
  • Magda Alves
    Tina, li tudo e antes de escrever pedi que Deus me guiasse nas palavras e que Ele lhe tirasse essa tamanha dor, imensurável é o "tamanho" eu diria. Cada um na sua fé e na forma de fazer o bem ao outro, não a conheço pessoalmente, mas acompanho você a muito tempo, talvez nem leia esse post, pois a dor e o sentimento de culpa é tão grande, que qualquer coisa que ouvimos pouco importa (digo de experiência de vida duríssima). Quando li, chorei, me doeu, pois sou mãe também, minha filha não tem problemas de saúde, mas isso não me faz mas ou menos mãe do que VOCÊ é, a culpa não é e nunca será sua, não há culpados, seu filho é MARAVILHOSO e tem a missão de renovar o seu olhar para a vida, te refazer como mãe, mulher e pessoa. Deus tem um grande propósito com esse acontecimento "anormal" por que achamos que tudo tem que ser "normal". Lembre-se, você tem um outro filho e certamente o caráter dele será construído pela vinda iluminada do Paulinho. Tina, não sigo uma religião, apenas acredito em Deus e tenho muita, muita fé e aceito tudo que não posso mudar na minha vida, pois sei que é permissão Dele e que tem um propósito, mas o que podemos, vamos mudar e fazer o melhor e isso eu sei que você é capaz, pode levar um tempo para a dor passar, mas peça a Deus sempre, dificuldades você terá e muitas, mas superará, crescerá e seguirá em frente com essa MARAVILHOSA família. Você é o alicerce da casa e se Deus lhe deu essa missão de ser mãe, faça da melhor forma possível, que talento na vida você tem de sobra, superação é a sua palavra e determinação é a sua jornada. Vou esperar seu blog sim e sei que ressurgirá recheado de maravilhas e emoções. Fé e Determinação minha querida, Make, Filhos, Coisa e Tal. Beijos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:19h Responder
  • Vanise Müller
    Está tudo bem, podes crer, e quem sabe essa é a chance de mostrar ao mundo seus outros dotes, receitas para aqueles que não tem acesso a informação como vc e que possuem as mesmas dificuldades? Pense em ajudar as mamães que não são tão esclarecidas como vc. É o momento de se reciclar, mudar a sua forma de pensar e agir. Sei que vai dar certo, vc é capaz!!! Força, Deus está contigo, e tem uma missão especial, e que só vc é capaz de levar adiante e mudar!!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:19h Responder
  • Patricia
    Olá Tina. Fiquei emocionada com sua história, seus filhos são lindos, parabéns. Sou mãe de um menino de 8 anos e sei como é o amor de uma mãe pelo seu filho, é inexplicável. Mas você é guerreira vai saber lidar com tudo isso, tudo na vida tem um propósito e se Deus te proporcionou isso é porque ele sabe que você é uma mãe maravilhosa, guerreira e que vai cuidar bem do seu filho, é uma criança especial mas tem saúde, já é uma dádiva de Deus. Jamais se culpe nem fique triste, tenho certeza que você ainda vai se orgulhar muito do Paulinho. Deus esta contigo, nunca esqueça. Desejo felicidades pra toda família. Beijos Patricia

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:18h Responder
  • Michele
    Bom dia! Me emocionei com a sua história e quando terminei de ler corri para abraçar a minha filha, que tem a mesma idade. Que Deus ilumine seu caminho e te capacite no que for necessário para ajudar seu filho.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:17h Responder
  • Fernanda Maia
    makecoisaetal . com.br
    Sei o que é isso tenho, um filho com síndrome de Tourette. Descobri quando ele tinha seis anos, hoje ele já está com vinte e um anos. Na época uma amiga me disse uma frase que eu estou levando pra vida toda. Hoje digo a mesma frase pra você : QUEM TEM FÉ NÃO CAI. Abraços.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:11h Responder
  • Clara pra Baldi
    Amiga, força e fé, nada vem pra nós que tenham lembrado que somos capazes de superar, conviver e fazer a vida reflorescer. Estou casada pela segunda vez com o mesmo homem que casei aos 28 anos, nos separamos, ficamos 17 anos sem saber um do outro. Há 4 anos nos reencontramos e vimos que nossos destinos são p andarmos na mesma estrada. Junto com esse romantismo todo ele me trouxe um irmão de 52 anos, com idade mental de 8 e turrão como um velho de 90 e também me trouxe o Bernardo, um lindo menino de 12 anos (hoje, aliás fará 12 dia 30/08/2015), ele é Down e DEA tbm. Meu cunhado é uma boa pessoa mas de difícil convivência, já Bernardo é um anjo que eu amo demais e sou correspondida. Força Tina, um gde beijo e fé pq tu está no caminho certo.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:09h Responder
  • Fabíola Carvalho
    1º O AMOR é capaz de melhorar tudo e tenho certeza que vc, junto com sua família, ai conseguir avanços com ele que, no momento, vs nem imaginam. vai dar tudo certo. 2º ninguém ARREDA O PÉ DAQUI. Fica em paz e faz o que tem de ser feito. Fiquem com Deus, muita LUZ nessa missão.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:09h Responder
  • Eliane Garone
    Tina, não tenho filhos, mas tenho certeza de que não está sendo fácil nesse momento. Eu acredito que todos temos uma missão por aqui... aquela velha história de que Deus não nos dá uma cruz que não possamos carregar sabe? Seu garotinho é especial! :) Tenho certeza de que você e sua família darão conta de fornecer todo o amor para o desenvolvimento dele ;) Eu tenho amigas que têm filhos autistas, e vivem super bem! Fica em paz que vai dar tudo certo!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:08h Responder
  • Carol Centurion
    Tina, fica em paz... Deus vai te dar forças para vocês seguirem em frente e superar, seu filho é lindo, sua família é linda. Vou colocar vocês em minhas orações, fica bem... bj

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:07h Responder
  • Luana Cristina Pereira
    Nossa, seu post me fez lembrar tudo o que passei no ano passado, com as desconfianças em que meu filho tinha esse distúrbio, além disso ainda tive que passar por uma separação, meu marido saiu de casa eu não trabalho fora mas estou fazendo faculdade de estética! Então pra mim foi um momento muito difícil, aos poucos tudo foi se acertando graças a Deus meu filho mesmo tendo o diagnóstico está evoluindo hoje ele fala demorou muito começou a falar com 4 anos, meu marido voltou pra casa e continuo na faculdade! Mas posso dizer que os meia dias são extremamente cansativos e exaustivos são tantas coisas passando pela minha cabeça ao mesmo tempo que quase enlouqueci! Mas com a fé em Deus estou seguindo e estou me superando a cada dia, fica em paz porque tudo que você poderia fazer já está fazendo, está ao lado dele orientando e cuidando para que ele evolua! A luta é difícil mas nós somos guerreiras e damos conta um super beijo no seu coração! Ps: existem grupos de apoio até mesmo aqui no facebook procure me ajudou muito! Beijos mil

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:04h Responder
  • Nilcea
    Minha querida, me emocionei com o seu desabafo, sei exatamente pelo que estás passando, passei por isso há vinte e dois anos atrás, e olha que naquela época não tínhamos recursos e a medicina não estava tão avançada como hoje em dia para ajudar nossas crianças. Busquei ajuda para ele, levando a várias clínicas e fui parar até no Sarah Kubischek de Brasília para identificar o que ele tinha. Até então, a única coisa que os médicos me diziam é que o desenvolvimento dele era lento. Isso pra mim, não bastava, queria saber o POR QUÊ, (queria descobrir o culpado, sabe? rsrs) e COMO ajudá-lo, confesso que passei por essas angústias, choros e não aceitação. Meu filho só foi diagnosticado há pouco anos atrás como portador da Sindrome de Asperger. Uma coisa é importante vc saber, se ainda não lhe disseram, você também precisa de tratamento, (aliás a família toda) participei de várias reuniões com psicólogos e também intermediava outras reuniões com outros pais que frequentavam a clínica (era o nosso desabafo, troca de experiência, nossa auto-ajuda) isso me ajudou muito a superar minhas angústias e aflições, através das experiências de outras famílias eu amadureci e obtive força para lutar pelo melhor para meu filho, hoje enxergo o mundo e as pessoas com um olhar diferente, confesso que eu mudei, mas mudei para melhor. Meu filho tem 22 anos, ainda estuda em uma escola especial (é uma felicidade pra ele ir a essa escola), na verdade é uma ONG que atende jovens e adultos especiais, ele passou a adolescência frequentando uma escola normal com ajuda de uma professora de educação especial, foi lá que ele aprendeu muita coisa, inclusive a se socializar, e isso contribuiu muito para o desenvolvimento dele. Ele é um rapaz lindo, educado e que encanta a todos que o cercam, me dá muitas alegrias só de vê-lo saudável, feliz e superando a cada dia suas dificuldades. Não espero vê-lo formado em uma faculdade pq isso não é mais importante pra mim, o que me importa é vê-lo rodeado de amigos e feliz. Tenho certeza que Deus vai ajudá-la a superar, como me ajudou. Estou orando por vc. Que Deus te abençoe. Bjão

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:03h Responder
  • Nilciléia
    Desejo que DEUS derrame muitas bênçãos sobre a sua família!!! Tudo posso naquele que me fortalece? (Filipenses 4.13)

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 10:02h Responder
  • Vanessa
    Oi Tina, nunca comentei no blog, mas hoje não poderia deixar de não comentar.. Me emocionei lendo o posto, não sou mãe ainda, mas imagino o quão difícil deve estar sendo para você. Que Deus te ilumine e dê força a você e sua família para enfrentar isso, tenho certeza, que vocês vão superar, porque Ele não da cargo maior do que a gente possa carregar.. E fica tranquila, estaremos sempre aqui.. Beijão e força..

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:58h Responder
  • Nayara
    Aeee! Ele é tão lindo, você nao deve ficar triste pois ele tem saúde, graças a Deus nao e nada que o faca sentir dor ou coisa do tipo seria realmente MT pior nao entendo mt bem mais creio que isso seja só questão de se acostumar, adaptar com a diferenca, serão mt felizes :) com ctz !

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:56h Responder
  • Mayra Lucena
    Fé em Deus que tudo vai se acertar! Não há nada que o amor de mãe não cure!! Ficarei na torcida pelo desenvolvimento dele e pela felicidade de sua família...

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:56h Responder
  • Joice
    instagram/joicesos
    Oi querida! Li seu post e senti a sua tristeza, mas queria poder te animar dizendo que seu filho é uma benção para vocês. Parece algo extremamente difícil, como se morresse algo em você e pra você (como você disse) , mas isso não é verdade, você só está assustada. Seu filho com certeza vai te surpreender e superar tuas expectativas. Conheço casais que tiveram uma filha com uma síndrome bem mais especial e eles com toda a convicção dizem que a menina (que hoje é mulher) é uma benção para eles, que aprendem muito com ela. Sorria! Toda a força e amor que você juntou até aqui, tem destino certo: sua família! Você é que é especial Tina. Que Deus abençoe a tua família. Orarei por vocês! Abraços

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:56h Responder
  • Camila Nogueira
    Deus está contigo Tina, se acalme, ele vai melhorar com a sua ajuda, fique em paz, suas leitoras não vão abandonar o blog ?

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:55h Responder
  • Jussara Cunha
    Oi Tina,o que dizer para uma mãe nesse momento?Que tenha muita fé,ame demais da conta,que tente não ficar se cobrando o tempo todo,pois não é culpa sua.Mas mãe é mãe,vai sofrer por cada filho,sempre! Então posso ao menos te oferecer meu carinho,tentar amenizar teu sofrimento e te dizer que Deus sabe o que faz,que não cai uma folha da árvore sem que ele saiba! Estaremos por aqui,te esperando,no teu tempo! Beijo de luz nesse coração lindo!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:54h Responder
  • Cida Rohnelt
    Sempre rezo por todas as crianças, mas vou incluir Paulinho em especial! Força amiga, Paulinho ainda vai te dar muito orgulho e alegrias! Confia em Deus! Que Deus te abençoe sempre! Estamos te esperando! Bjo

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:53h Responder
  • Malu
    Ontem me lembrei de você e perguntava por onde andava aquela ruiva linda??Olha Tina eu passei por isto,quando a médica disse que meu filho tinha epilepsia,fiquei sem chão,mas não podia demonstrar fraqueza e sofrimento para ele,sempre dizia que ele podia fazer qualquer coisa e ser uma pessoa normal (claro com algumas restrições como nadar) mas que levasse a vida sem muitas preocupações e como mãe sempre atenta!!Bom resumindo pq a historia é longa,hoje ele esta com 24 anos é formado em relações internacionais e faz outra faculdade,agora de história, e só uma coisinha flor,fé em Deus sempre Deus na frente de todas as dificuldades,seu filho é lindo e por coincidência é o mesmo nome do meu...Então guria seu filho lhe trará alegrias (do jeitinho dele) e você agradecerá a Deus por ter passado por isto,quem sabe alguém que lhe siga esteja passando pelo mesmo problema?Nunca se sabe,que Deus lhe abençoe e lhe de forças,você é incrivel,bjooo

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:50h Responder
  • Patricia
    Bem quando vi a chamada no face imaginei do que se tratava, pois passei pela mesma situação. Meu filho teve o diagnóstico de traços aos dois anos e cinco meses. Os comportamentos eram peculiares e o fato dele não falar e não ter interesse pelos colegas na escola foi o que mais pesou no seu diagnóstico. Hoje ele está com três anos e quatro meses, quase um ano depois da primeira ida ao Neuro, e ele já tem amigos na escola e já fala bastante e o que mais o ajudou foi a musicalização, ouvir instrumentos e ser ensinado com música. Certamente diferente do que digam vocês não precisam de cura, as terapias vão fazer com o que seu filho mostre o que ele tem de melhor. Não se preocupe com os outros, não interessam o que digam. E nunca nem por um minuto se culpe, pois adversidades nos sobrevêm e nada tem a ver com ter ou não ter fé. Deus vai te dar força necessária para seguir em frente. Um grande abraço.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:49h Responder
  • Larissa
    Oi Tina, nao te conheco e na verdade e a primeira vez que leio o seu blog. Senti no coracao de te dizer que pois mais que o Paulinho tenha sido diagnosticado com algo, isso eh apenas a medicina e nao determina 100% quem ele eh. Leia sobre TEA ao ponto de vc entender e ter as ferramentas para ajuda-lo agora nao passe horas e horas na internet porque vc vai ficar doida. O Paulinho vai se desenvolver de acordo com o tempo que vc trabalhar Com ele e nessas horas nao tem nada melhor do que os pais. Ninguem mais ensina-lo, incentiva-lo e ama-lo igual a vcs. Eu sei que tu ja faz isso, mas trate ele como uma crianca normal, tire os "labels". Ele eh lindo, saudavel, e pode ter uma vida otima pela frente. Quanto mais rapido vc aceitar a situacao, melhor mae vc sera e mais tempo de qualidade vc dara a ele. O seu filho eh perfeito, Tina. Disturbios, todos nos temos. Fique bem. Abracos. lara

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:47h Responder
  • Juliana
    Olá Tina! Você é uma guerreira, vai vencer todo esse tormento e superar pelo seu pequeno e lindo filho... Tenha fé, Deus não nos dá uma carga maior do que possamos suportar. Adoro seu trabalho e estarei esperando e rezando para que tudo ocorra bem, um grande beijo!!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:47h Responder
  • Gessyca
    Bom dia Tina, tenho que confessar que não sou a leitora mais assídua do blog, e sou péssima em comentar os posts. Mas não podia me calar. Só queria te lembrar que você não está sozinha, existem milhares de mães passando por isso e acredite as coisas vão melhorar. Tenho um primo que foi diagnosticado com TEA, ele tinha muita dificuldade de se comunicar, e muitas vezes não nos ouvia chamá-lo, chegamos a pensar que ele tinha problemas de audição. Ficamos chocados quando descobrimos o realmente ele tinha. Ele fez sete anos ontem e acredite teve um desenvolvimento inacreditável. Estuda em um Colégio regular, já se comunica, na verdade graças a fono são poucas coisas que ainda temoz dificuldades em entender, ele hoje se relaciona com as outras crianças normalmente. Minha tia, que acreditava que não teria mais tempo para nada, começou outra faculdade no ano passado. Então não perca a fé. É possível sim uma criança com TEA tornar-se um adulto normal, talvez um pouco tímido (a exemplo do Messi). Com fé em Deus e o acompanhamento certo logo vc perceberá os progressos do seu pequeno. Um beijo, fique em paz

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:45h Responder
  • Rafaela Borges
    Olhe tenha fé que deus acalmará seu coração! não culpe deus pela condição de seu filho, porque Deus dá a coberta conforme o frio e ele jamais daria a missão de cuidar de Paulinho se soubesse que você não é capaz. Tenho certeza que toda essa tormenta vai passar e dias lindos e felizes chegaram tenha fé querida. Encha seu coração de Espirito Santo e cuide bem do seu principezinho, que Deus abençoes toda sua família e lhe dê paz, sabedoria e paciência. Depois disso tudo, como mãe também, não me interesso por tutoriais de make, quero ver um vlog e muitas novidades sobre Paulinho, quero ver dicas de cuidados, ver sobre alimentação infantil, o desenvolvimento dele, suas tristezas e suas alegrias! tenha certeza de que aqui mesmo distante, você tem muitas amigas. Beijos para você e sua família!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:44h Responder
  • Gisele Mazzo
    Sua dor é compreensível demais, mas só voce sabe realmente o tamanho dela dentro de si.Nós mães, fazemos uma idéia do que voce esta sentindo, não podemos fazer nada pra ajudar, mas acima de tudo isso, esta Deus!que apesar de voce ter brigado com ele (compreensivelmente), é o unico que seguira ao seu lado, te dando forças a todo momento e te consolando nos momentos de angustia!por isso, vai chegar o momento que voce conseguira parar com os questionamentos e então voce vai perceber que graças a Deus ele enviou o Paulinho à voce.porque esse anjinho que ele lhe confiou foi porque ele sabia que voce seria a pessoa capaz de poder ajuda-lo aqui na terra, e voce o fará lindamente com toda a certeza,eo futuro do seu anjinho, e o seu,nao estão fadados à vir a ser decepcionante.seu filho, apesar de muito trabalho, dedicaçao e tempo dispensados,será seu orgulho.creia nisso!E o blog?nao te preocupes,tudo o q é nosso não é de mais ninguem.todas estaremos aqui lhe aguardando!Tende bom animo e se apegue com o Criador que tudo ira se ajeitando.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:43h Responder
  • Jacque
    Então Tina, Eu te sigo no face por indicação de uma amiga mas confesso que não acompanho o seu trabalho...vez ou outra vi alguns de seus tutoriais de maquiagem (lindos por sinal!) mas quando vi no face a postagem sobre esse post (srs), bateu aquela curiosidadezinha sabe..rsrss Enfim, não consigo imaginar o que vc está passando..primeiro pq não tenho filhos e depois pq não conheço (de perto, de convivência) nenhum autista (ou talvez conheça e nem saiba né..rs) Mas acredito que o que vc está passando é o que todas as mães passam com filhos que tem qualquer "condição" diferente do "habitual"...seja uma deficiência mental, física, um transtorno ou o que for... Por isso acho tão útil e tão importante vc ter se aberto e falado sobre isso...certamente, hoje mesmo, tem outras mães passando pela mesma confusão e desordem que vc está passando agora e assim como vc tem ajudado as pessoas nas questões sobre beleza...a partir de agora vcs podem fazer essa troca em relação a outras coisas... Não sei se vc viu, mas ano passado teve um quadro muito interessante no Fantástico com o Dr. Drauzio Varela (amo!) sobre autistas, muito esclarecedor...se puder, dá uma olhadinha novamente. Sobre as questões práticas, acredito que vcs (sua família) já estão bem amparados pois vcs são pessoas esclarecidas e tem acesso a médicos, psicólogos e esse mundão da internet..rs mas tente se acalmar, não é o fim do mundo. Assim como os exemplos que vc citou, seu filho pode ser o que ele quiser! E ele não é diferente de nenhuma outra criança mas é único e especial assim como todos os seres. E ele é lindo! Demais...aliás, os dois são! Que família linda vc tem...

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:43h Responder
  • Lilian
    rede.natura.net/espaco/lilianbhengler
    Tina, saiba que você é uma grande guerreira e, por isso, Deus te escolheu para ter essa criança. TEA não é tão difícil quando diagnosticado com a criança ainda novinha como é o caso do teu filho. O melhor ele já tem que é o amor incondicional da sua parte. Você vai ter que lutar muito por ele e com ele, mas você é forte. Pensa que Deus te escolheu para uma linda missão. Que Deus abençoe sua família.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:42h Responder
  • Bia
    Tina, não se desespere, tudo vai dar certo. Cuida do seu pequeno seguindo as orientações médicas e dê o melhor que vc tem a ele: Tempo e Amor (O amor é o melhor remédio pra tudo) Deus olharaá por vcs, não tenha dúvida disso. Estarei rezando a Deus por sua família. ACredite, hj as coisas estão muito avançadas e seu filhote pode ser sim uma pessoa normal. Que tudo de certo. Um gde abraço, de uma mulher que tb é mãe e sabe o valor de um filho!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:42h Responder
  • Gislaine
    Eu creio que tudo esta no controle Daquele que fez os ceus e a terra! No tempo certo vc sabera qual o proposito para tudo isso!? E nas horas de desespero, lembre sempre de pedir para Deus a ajuda necessaria, que com certeza estara ai do seu lado, te ajudando no que for preciso....... Ele nunca te desamparara!!! Bjo grande.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:38h Responder
  • Aline Vieira
    Deus te dará sabedoria para administrar da melhor forma essa Nova fase de vida. Estará ajudando muitas outras pessoas. Bjus

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:38h Responder
  • Viviane
    Força! Sei que pode parecer meio clichê, mas Deus não nos dá um fardo que não conseguimos carregar. Você tem um presente lindo com você e terá a oportunidade de fazê-lo crescer e crescerá muito com ele também. Por mais que a gente não possa compreender os planos de Deus, tudo dá certo no final. Quanto as receitinhas 0% (se tiver 0 gordura principalmente) AMEI!! Pode mandar. Estamos aqui para os desabafos também. Muita luz para vocês! Viviane

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:38h Responder
  • Barbara
    Parabéns pela linda família. Se Deus te deu estes filhos lindos e com esta característica diferente no mais novinho, deu porque tu é capaz e muito abençoada, tenho certeza que estas situações diferenciadas são dadas para pessoas mais fortes. Creio que a tua bagagem de sofrimentos já vividos te tornaram bem mais forte. Que os anjos te guiem sempre. Teus filhos te trarão muitas felicidades! Tenha certeza disso. Abraços e fica com Deus.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:36h Responder
  • Fer
    Minha querida, apesar da dificuldade não fique brava com Deus, ele te presenteou duas vezes, muitas mulheres não conhecem o que é ser mãe... E sabe o que mais? Ele escolheu VC pra ser mãe deste anjo, porque te considera perfeitamente capaz de oferecer o que ele precisa e da melhor forma, é muito confuso e dolorido neste começo, mas saiba que estás amparada, conte conosco, ???

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:36h Responder
  • Josi
    estou escrevendo aqui para dizer que pra Deus nada é impossível .... que não existe problema pra ele que não tenha solução....CREIA que seu filho será curado.... estarei orando pelo seu filho..... fica com DEUS

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:35h Responder
  • Ana Isabelle
    Oi Tina tudo bem ? Bom tenho uma tia que passou pelos mesmos problemas! Meus tios sempre foram radicais, criaram minhas primas subindo e descendo morro, escalando,pulado de pedras! E quando descobrimos que o João era Autista, foi muito difícil aceitar a condição dele! Sei que não deve ser fácil mas não vim aqui falar dessa parte por que sei que você deve saber muito bem como é! O João precisa de uma atenção maior, mas te dou uma certeza a evolução é possível! Aos poucos você vai ver o resultado, e mesmo que demore NADA É IMPOSSÍVEL PRA DEUS. E se Deus te deu ele, é por que é ele quem te capacita. bom o João hoje tem 7 anos e ele já teve momentos de vir e juntar-se para tirar uma foto no meu aniversario de 21 anos ano passado. E a pouco tempo minha tia encontrou ele fazendo massa de pastel! Não foi fácil, porem não é impossível, junte-se com pessoas que passam pela mesma situação, você vai ver que elas serão essenciais nessa caminhada! E confia que DEUS É COM VOCê! O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Dá uma olhadinha no link é o facebook da minha tia com fotos do João. Espero que tenha te ajudado.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:34h Responder
  • Renata
    Tudo ao seu tempo... A vida é uma escola, e nos leva sempre a caminhos que jamais pensaríamos em percorrer. Mas ela é sábia, não leva ninguém a percorrer um caminho que não temos capacidade de percorrer... Agora está difícil, o caminho é novo não dá pra imaginar como será. Mas lembre-se que os espinhos de hoje lhe trarão flores especiais amanhã. Não perca nunca a sua fé. Que Deus ilumine seu novo caminhar...

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:31h Responder
  • Geusa
    Li seu post inteiro e me compadeci de sua angústia. Não tenho filhos, mas tenho dois sobrinhos pequenos que amo mais que tudo e quando uma criança entra na nossa vida, o sossêgo vai embora de mala e cuia. Da medo de tudo né? De parar de respirar, de bater com a cabeça, de cair, de alguém levar da escola, até um espirro faz a gente pensar mil e uma possibilidades sobre o que aquilo significa. Tenha certeza de uma coisa querida: Deus não nos da o fardo maior do que podemos carregar. Alguma pessoas dizem que tem filhos "especiais", mas não é assim. Pessoas especiais são escolhidas por Deus pra tomar conta de anjinhos que vão exigir um pouco mais de cuidado durante sua passagem pela vida terrena. Não se culpe ou se cobre por deixar o blog um pouco de lado. Como você mesma já disse, a blogosfera da beleza é bem populosa. Quem sabe você não muda o foco e vai ajudar pessoas que estão passando por situação semelhante e se sente perdida como vc se sentiu? Dizem que a oportunidade é filha da crise. Nosso destino não nos pertence e tudo pode mudar a qualquer hora não é mesmo? Suas palavras foram muito encorajadoras. Pode ter certeza disso. Um beijo flor!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:27h Responder
  • Cassia
    Saiba que Deus d? filhos especiais para M?es especiais! For?a e f?!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:26h Responder
  • Carla
    Fique tranquila estaremos por aqui aguardando suas resenhas. Agora é momento de se reestruturar e cuidar da saúde do seu filho. Fiquem em paz! Peça a Deus que te de força e calma para enfrentar a situação!Beijos!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:26h Responder
  • Edirene
    Não se sinta culpada por nada... Isso tudo parece um desafio p/ vc... mas acredite, esse filho vai te ensinar muito ainda!!! Receba essa dádiva!!! Paz e serenidade p/ vc conseguir trilhar essa jornada!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:25h Responder
  • Helo
    Olá tina, não sou mãe, mas te entendo o que está passando. Filho é uma benção e todas queremos que venham com saúde, quando acontece isso fica sem chão. Mas como você mesmo disse, não é uma doença. Como uma leitora, estou rezando para que seu filho tenha um ótimo relacionamento com os outros coleguinhas, não é uma tarefa fácil, mas nada é impossível para Deus, e ele já está protegendo e abençoando sua família. Muita força, que tudo dará certo. Não irá perder não as leitoras fiéis tá :) Pode contar com todas nós quando precisar!!! Beijinhos e fiquem com Deus!!!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:25h Responder
  • Silvania
    Nossa estou sentindo seu desespero maizinha muita paz no seu coraçao eu tambem estou passando por um proplema parecido soh que ainda sem laudo medico meu filho vai fazer 3 anos e nao fala nen uma palavra nao se inturma e totalmente isolado das outras pessoas tenho sofrido muito com esse comportamento dele pois axo que ele eh mudo mais deus nos da forças pra continuar tenha fe assim como eu tenho um abraço de uma mae sofredora e que te entende

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:23h Responder
  • Isnary
    Olá, siga em frente sim!! Forneça o máximo d amor, interação, de terapias e de escola regular. Sou prof alfabetizadora e nesse ano tenho um autista,n é fácil, n temos a receita para o desenvolvimento mas temos os ingredientes. Bjs força na sua luta

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:23h Responder
  • Camila
    Vc disse q é uma mulher de fé então use sua fé pq a última palavra vem de Deus e ele pode com toda certeza curar seu filho, havia uma mulher na bíblia q sofria a 12 anos um fluxo de sangue e ela ja havia gasto td seu dinheiro com a medicina para ter a solução de seu problema mas os médicos disse q não havia mais oq fazer, (mas o impossível ao homem é possível a Deus ) e la tomou conhecimento de Jesus q ele poderia a curar então em meia multidão fraca debilitada ela foi atrás de Jesus e tocou nele ( ela dizia se eu apenas te tocar sei q serei curada) e a biblia fala q dele saiu virtude e ela foi curada, e ele perguntou qm me tocou e ela disse eu lhe toquei e ele disse SUA FÉ TE SALVOU. (Ele sabia qm lhe tocou). Mas eu qro chamar a sua atenção q vc não pode aceitar o diagnóstico e q não há cura não aceite toque em Jesus use sua fé ore e clame por essa cura. Bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:22h Responder
  • Crysleem Rafaela
    facebook
    Tina ñ se desespere, seu filho é lindo (seus filhos) os dois. Vcs vão conseguir,e vão seguir em frente naturalmente! Falo isso leiga no assunto totalmente,meu comentário é no q acabei de ler por Vc mas sou mãe tbm!!! E ñ se culpe,fique cm seu filho sempre ñ venha se preocupar mais do q já está. Todos vão entender. Sei q nosso trabalho é importante mais o nosso amor por nossos filhos é maior! Fique bem, Vc tem q estar bem para assim conseguir fazer seu bb ficar bem tbm? Fiquem cm Deus bjo grande!!!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:20h Responder
  • Elaine
    Parabéns por sua iniciativa e sua coragem, admiro mães que são assim leoas e guerreiras, também sou mãe e mataria um leão por dia pela minha filha, força nessa sua caminhada, que deus possa te abençoar e saiba sempre ele tem o melhor pra vc, e se ele deu o Paulinho a vc pra cuidar e pq ele viu capacidade em vc pea faze-lo. Bjo grande, estarei na torcida por vc sempre, mesmo não te conhecendo pessoalmente!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:20h Responder
  • Elaine
    Sempre estaremos aqui!!! E Deus estará sempre a seu lado,te ajudando a vencer mais essa batalha!!! Força!!!!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:19h Responder
  • Marina
    Bymarinaoliveira.blogspot.com
    Sinto muito pelo que está passando, espero que seu filho consiga melhorar. Que Deus ilumine sua família e não a deixe fraquejar nos momentos difíceis. Esperei por seus posts o tempo que levar! E compartilhe suas receitas sem glutém e sem lactose, é sempre bom conhecer coisas novas. Bjinhos ?

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:17h Responder
  • Jessíca Leonardo
    Tina... vc é uma pessoa muito querida... saiba que quem gosta muito de vc (eu, eu, eu) não vai te abandonar pelo fato de vc ter menos tempo pro blog.. ao contrário, iremos aproveitar ainda mais o tempinho que tem conosco. Como vc mesma disse no seu relato, vc passou por muita coisa dificil e dolorida durante sua infância e adolescência... mas o que posso te falar é que isso te tornou essa mulher incrível, amável e forte que vc é. Não é fácil receber uma notícia dessas, muda todo o seu mundo. Mas queria te pedir pra não ficar com raiva de Deus e sim agradeça a Ele a oportunidade de ter um filho e que Ele ache vc a melhor pessoa para acompanhá-lo nessa vida, nessa batalha pela melhora. Se Ele acha que vc consegue, quem poderá dizer que não? Fique bem, estaremos rezando pra que vc nunca perca as forças nem a fé Um beijo enorme.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:16h Responder
  • Ana Lucia
    Que Deus acalme seu coração.Fé e coragem sempre,muitos beijos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:14h Responder
  • Sandra
    Hoo minha querida entendo bem o q está passando,enfrentei a mesma situação, lendo o q VC escreveu e passando um filme em minha mente ,filme da minha vida real. Também tenho um anjo azul,também tentei me segurar mesmo certa na hr do diagnóstico, emagreci 9quilos por conta disso. Mas hj é só alegria a batalha é longa e a minh como a sua começou agora o meu tem 4 anos aos dois tive o diagnóstico. E sobre o olha pra câmera nem se preoculpe por q com os tratamentos ele vai chegar lá, aliás ele vai chegar onde VC mesnos imagina por q eles são simplesmente assim ANJOS! Bjs fica com deus.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:14h Responder
  • Luciana
    Não sei se vai ter disponibilidade de ver isso mais depois de ler sua história me sente à vontade para mandar uma força. Deus sempre vai nos intender mesmo quando "brigamos" com ele, e pode ter certeza ele vai te perdoar sempre, mamãe acalma este coração e pode ter certeza que Deus sabe de tudo que ele faz, quem sabe se seu filho não fosse autista vc tivesse outra preocupação futura com ele, já pensou nisso?! No seu texto observei resumidamente seu histórico de vida, VC É UM EXEMPLO DE PESSOA, DE MULHER, de mãe eu tenho certeza que é também, por que quem percebeu tudo foi vc, então não se cobre achando que a culpa foi sua desde quando descobriu rápido, e se fosse uma mãe ausente não ia perceber tão cedo ok ;). Que tal agora mudar um pouco o foco é criar um blog para ajudar as mamães que tem filhotes lindos igual ao seu e postar informações sobre o assunto, receitas, seu dia a dia e o desenvolvimento dele junto com vc, que tal colocar ele nessa rotina caso seja legal claro. Não intendo muito do assunto, mais me comovi com sua história, parabéns pela pessoa que é abraço.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:13h Responder
  • Gabriele Silva Ricardo
    bom dia linda! Olha sua história é linda, é uma História de superação e força e se Deus lhe deu esse lindo menino com Autismo, é porque ele sabia que esse principe estaria em otimas mãos, que voce tem muito amor pra lhe dar, e que ao seu lado ele sempre vai estar bem! então se considere uma pessoa abençoada e vitoriosa, seu filho vai passar por algumas dificuldades, por tratamentos, mais ele vai vencer, e você será o espelho dele, pois estará sempre ao seu lado lhe dando força e o ensinando a vencer os desafios! E esse principe também tem muita coisa a ensinar, a você, seu marido sua familia! nao fique triste,pois você é uma mulher abençoada e saiba que deus colocou essa missao em suas mãos porque confia e acredita em você! Deus abeçõe a todos vocês grandiosamente! acompanho seu blog e adoro!bjos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:12h Responder
  • Tatiana
    Querida, seus dois filhos são lindos e eu me sentiria uma pessoa abençoada por Deus ter me escolhido pra geral um serzinho "especial"... Sei que no começo pode ser um "baque", mas você vai ver como vai se sentir abençoada depois. Eu não sou mãe, nem faço ideia de como é esse amor tão imensurável, mas sempre senti isso com relação às pessoas "especiais", coloco assim, entre aspas, porque pra mim, elas são muito melhores do que muita gente "normal"..rs Bjos no coração.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:09h Responder
  • Cherly
    Oi Tina, estava com saudades de você! Pare de pensar que tínhamos o direito de saber a situação em que você está vivendo, muito pelo contrário, é direito seu falar ou não a respeito. Claro que seus posts fazem muita falta, mas eu como mãe entendo sua situação e espero que você possa superar a situação atual com a força que eu sei que você tem, pelo pouco que lhe conheço! Um beijo grande pra você e sua família e saiba que nós que admiramos seu trabalho esperaremos por você o tempo que for necessário. Acalme seu coração e continue fazendo todo o possível pelo pequeno Paulinho, pois filhos são nossa maior dádiva! Beijo Tina e até logo :*

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:04h Responder
  • Cleidiana
    Você é linda, seus filhos são lindos, apesar de você ter tido uma infância difícil com seu pai e sua madrasta, Deus te dar a chance agora de fazer tudo diferente pelo seus filhos e vejo que já está fazendo. Suas palavras demonstraram o tamanho do amor e também da sua agonia. Desejo do fundo meu coração que deus lhe de saúde, sabedoria e discernimento. Que você tenha paz no seu coração e que teus filhos e família tenha cada vez mais amor.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:01h Responder
  • Giovanna
    Tina imagino o quanto está sendo dificil pra você este momento, o momento da aceitação creio ser o mais difícil, mas não se culpe, o que está acontecendo não é sua culpa, o transtorno como você mesmo disse é comum, e tendo um acompanhamento desde pequeno o ajudará no desenvolvimento! Nunca peça as respostas para Deus, mas sim sabedoria para que você entenda tudo que está acontecendo! E neste momento também seria bom você estar tendo um acompanhamento psicológico, estes profissionais irão te ajudar muito! E também existem várias mães blogueiras que tem filhos com TEA da uma olhada e quem sabe futuramente você também não cria uma abinha no blog para falar sobre isso é ajudar outras mães que estão passando pelo mesmo, e também mostrar o que é o TEA para quem não conhece! Sobre as receitas seria bacana ter aqui, alimentação saudável é sempre bom :) Desculpe o comentário gigante rsrs, mas te desejo muita sabedoria, muita força, qu Deus te guie e Te ilumine e que sejam muito felizes! Um grande beijo :*

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:00h Responder
  • Carla Bendia
    Força Tina! Deus é contigo

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 09:00h Responder
  • Marcia
    Que nobre sua dedicação, com o blog e a família! Posso imaginar como esta sua cabeça neste momento, não ha explicação suficientemente capaz de nos dar respostas quando algo assim acontece. No entanto te respondo, porque com você. Porque você é capaz, Deus te escolheu para ser mãe do Paulinho porque ja sabia o quanto se dedicaria a ele e se doaria ao seu desenvolvimento. Não há culpados, há apenas pais heróis que não medem esforços para alcançar o melhor para seus filhos mesmo que estes não possam ou nao consigam expressar seu amor. Acalma tei coração. Até aqui te ajudou o Senhor e vai continuar te ajudando e capacitando todos os dias. Eu leitora, vou ficar aqui esperando seu posts mas, eu amiga fico em oração e com o coração cheio de esperança, torcendo por vocês e sua vitória a cada dia.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:57h Responder
  • Patrícia
    Somente o que posso dizer agora é muita força e luz nesta caminhada! Tenho certeza que tudo ocorrerá bem, a vida sempre providencia para que as coisas ocorram da melhor forma possível ! Beijos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:55h Responder
  • Alessandra
    Tina escrevi um monte de coisas mais resolvi apagar tudo... te digo simplesmente Parabéns pelo seu texto.. Vc é uma mãe maravilhosa seu filho vai muito longe sim!!! Siga seu coração e tente viver leve e o máximo feliz q vc puder..e o olhar dos seu dois lindos filhos já servem pra te dar força...um grande abraço..Alessandra

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:54h Responder
  • Eloisa Côrtes
    Minha linda, não se preocupe conosco, cuide da sua família, não veja isso que está acontecendo com vc como algo ruim, seus filhos são lindos, vcs irão superar essa mudança e logo você sentirá prazer em tudo isso, prazer em estar mais dedicada à sua familia, não existe nada na terra mais especial que nossa família. Deus está com você, não se culpe, o Senhor não te provará mais que suas forças, Ele não te abandona, te direciona para o melhor caminho, creia em Deus, entregue suas dificuldades, medos, anseios a Ele e você não se frustrará! Jesus te ama muito Tina, Ele não quer que vc sofra nem sua família, pedirei a Deus que ele abra seu entendimento para essa situação, para que vc possa entender e aceitar com alegria o projeto de Deus para sua vida! Obrigada por compartilhar esse momento delicado da sua vida conosco, estarei orando por vc!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:50h Responder
  • Emanuela
    Bom dia Tina, Me emocionei muito lendo seu post, tenho 2 filhos e sei o quanto o amamos, não conseguimos descrever tamanho amor!!! Fiquei me imaginando na sua situação e me desabei... Tina, muita força,muita paciência,muita fé em Deus! Você é forte, batalhadora, luta com toda sua força para vencer este desafio!! Continuo te acompanhando, e quando puder, vai dando noticias do Paulinho!!!! #ForcaTina #ForcaPaulinho

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:49h Responder
  • Aline
    Força !! Você é uma mulher/mãe guerreira e essa tempestade vai se acalmar e já já a vida se torna leve e você vai perceber que seu baby vai viver muito bem !! *_*_

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:49h Responder
  • Daniele
    Vai dar tudo certo, e normal passar por esses sentimentos. Mas você é totalmente capaz de apoiar seu baby e vai fazer o melhor para ele. FORÇA E FÉ

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:48h Responder
  • Patila
    Parabéns pela tua força, não desanime pois filho é bênção seja como for. Não questione Deus, se ele te deu um filho especial é pq vc tbm é especial e ele confiou está missão a VC. Bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:47h Responder
  • Giselli Maria Izaque
    Nossa lindo depoimento! Ser mãe não é nada fácil. Minha filha é alérgica á proteína do leite de vaca APLV, e descobrimos aos cinco meses e foi difícil, muito difícil. No início tudo parece ser distante da nossa realidade, mas aos poucos percebemos o quanto eles precisam de nós e começamos a ver as coisas com outros olhos, novas percepções... Quero te dizer que o Amor que vc tem por ele, vai superar tudo esse sentimento, angustia, medo... Tenha Fé, isso vai te alimentar e acalentar teu coração. Com carinho mamãe da Sofia.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:46h Responder
  • Vagna
    Tina, ainda não tenho filhos, mas consigo pensar e entender o que vc sente, não posso dizer que sei como é, pq só quem passa mesmo para saber. Mas penso ser normal sua reação, mas sei também que aos poucos vc vai compreender melhor tudo isso. Quando li seu texto pensei: que bom que Deus colocou esse anjo lindo na vida de uma pessoa que vai amá-lo e cuidar dele como ele merece. Deus não te deu um fardo pesado para vc carregar, Ele deu ao seu filho a chance de viver numa família onde impera o amor. Quando quiser chorar chore, quando quiser se rasgar se rasgue, são seus sentimentos, mas quando vc se recuperar do susto vc vai saber lidar com tudo isso, como na verdade já está fazendo. Agora mais que nunca é que não te abandono aqui. Rs. Seus filhos são lindos. Desejo o melhor para vcs.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:45h Responder
  • Cármen Lúcia Silveira Bastos
    Bom dia Tina,li teu texto até o fim,e quero que saibas,estarei aqui esperando os próximos posts,sinta-se a vontade,adororeceitinhas naturais,cuide do teu filho,ele precisa de ti,és uma mulher iluminada,uma mãe maravilhosa,tens força,linda por fora e por dentro,Jesus te abençoe,bjinhos pra ti e teu filhinho da amiga Cármen aqui de Novo Hamburgo Rio Grande do Sul!!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:42h Responder
  • Natália Soares
    Hoje é a primeira vez que entro no seu blog. Admiro sua coragem, e a força que precisou para escrever esse texto. Espero que suas seguidoras entendam que há mudanças involuntárias em nossas vidas. E que isso está acontecendo na sua. Espero que os dias de sufoco possam ser aclamados com um sorriso do seu bebê. Faça de tudo pelos seus filhos, seja tão completa e empenhada, como parece sempre ter sido. Tenha fé Tina, a vida ainda irá trazer muitas surpresas e felicidade à você. Acabou de ganhar mais uma leitora, estou torcendo pela vitória da luta da sua família. Beijos

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:41h Responder
  • Marli Barros
    Não perca fé e nem a esperança, porque Deus esta no controle da sua vida, e sua vitória já está garantida, acredite! Que deus abençoe vc e sua famílía, e esse bebe lindo que precisa hoje um pouco mais de vcs.. Bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:38h Responder
  • Priscilla Rodrigues
    Tina, Ainda não tive a experiência de ser mãe, mas me emocionei bastante com seu relato. Pode ter certeza que Deus está no comando e irá ajudar você e sua família. Pelo que pude perceber, você é uma ótima mãe. Tenha certeza disso! Fique em paz.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:36h Responder
  • Eliane Lima
    A vida e saude dos seus filhos valem mais do que qualquer coisa Tina... seu filho precisa de vc agora.. dê tudo o que vc puder... as "futilidades " podem esperar. Seja forte, apesar de não ser fácil... mas valerá a pena. Fica com Deus.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:35h Responder
  • Letícia Ribeiro
    Tinaa não se Culpe nunca amor ,pense sempre que seu filho foi um grande presente de Deus pra vcs . Ele te deu a oportunidade de cuidar de um dos anjos mais especiais que ele tinha e isso demonstra o tamanho do amlr dele por ti. Seu filho vai te proporcionar momentos incríveis que talvez não faria se não fosse como ele e ,curta cada minuto sem culpa sem pressa e sem medo. Acredite em VC e busque forças sempre em Deus pois ele te deu um presente e nada que vem dele e maior do que podemos suportar.Deus conhece nossos limites e não deixa que chegamos até ele ,então quando achares que já está difícil demais lembre -se disso. Não tenha pressa de voltar e não abra mão de estar com eles em tempo algum. Força sempre e fé acima de qualquer coisa pois Deus é contigo.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:33h Responder
  • Adriana
    Tenha força e jamais se Culpe, Deus te escolheu pra cuidar desse anjinho pq sabe q VC é capaz ! Imagino como seja difícil, mas pelas suas palavras tenho certeza q você terá sucesso. O nosso pensamento faz milagres... Você não imagina o quanto nossos pensamentos pode mudar tudo. Muita força e fé! Um forte abraço!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:32h Responder
  • Mariana
    Eu nunca comentei nada no blog, mas acho que dessa vez eu preciso comentar. Não brigue com Deus...rs Ele te orientará neste momento também. Sobre o blog, acho que de vez em quando você poderia dividir conosco essa experiência (nem que você tenha que fazer outro blog vinculado a esse). Não de maneira a expor seu filho, mas porque tenho certeza que de agora em diante você descobrirá muita coisa sobre o autismo, sobre os efeitos da alimentação, sobre a psicologia...enfim, acho que seria super válido você dividir esse tipo de experiência para que talvez possamos compartilhar com outras mãe que estão passando por isso e do mesmo jeito que você se vêem de mãos atadas. Que sabe?! Pensa com carinho! Que Deus te abençoe em mais essa caminhada. Não tenho dúvida que até aqui ELE te sustentou e não te abandonará nunca.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:30h Responder
  • Juliana
    Bom dia Tina, em primeiro lugar DEUS ESTEJA EM SEU LAR, acabei de ler seu depoimento emocionante por sinal, um desabafo de mãe podemos dizer assim, mas saiba querida que tudo, mas tudo mesmo na nossa vida o que acontece tem o consentimento de DEUS e se DEUS te mandou esse anjinho é por alguma razão, tenha fé em DEUS SEU FILHINHO vai ficar bem, e daqui um tempo voce vai ver que tudo que você vem passando foi só uma fase, um amadurecimento,claro que surgem muitas dúvidas mas isso tudo vai passar DEUS ESTA COM VOCES, nosso DEUS é o DEUS DO IMPOSSIVEL. Tenho certeza que vou ler um depoimento diferente daqui um tempo, chore sim, fique triste sim, é direito seu de mãe desabafar, mas levante sua cabeça e lute pelo pequenino e muitas bençãos viraõ, acredite. Fique com DEUS....

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:29h Responder
  • Lorena
    Meu amor que Deus te dê a sabedoria é a força que só ele pode. Não se culpe e sim cuide bjs muita sorte para vocês ?

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:28h Responder
  • Veridiana
    Hei, Tina......Fica calma, Deus está vendi tua aflição, e tudo vai se acalmar, continue lutando e amando. Vc é Ótima, não é culpa sua. Estamos aqui contigo, chorei e fiquei com no na garganta. Teus bebês são Lindos. Fique bem

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:28h Responder
  • Renata
    Tina...você deve ser uma superrrrrr mãe se não o universo não tinha te escolhido,torço por vcs,na literatura espirita tem vários livros desse tema,da uma procurada,lindaaa linda por dentro e por fora,aproveite esta oportunidade de crescimento na sua vida!!!!!!!!!!beijos de luz

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:27h Responder
  • Zeze
    olá...após ler atentamente só penso em uma frase..... Dê ao seu coraçao o tempo que ele precisar. Bjs

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:25h Responder
  • Fernanda Azevedo
    Tina, bom dia! Não sei onde vc mora, mas minha cunhada é psicóloga, mestre em crianças autistas. Ela mora em SP e trabalha pessoalmente com crianças que apresentam esse transtorno, tem obtido resultados excelentes. O site dela é: http://www.autismoeterapiaaba.com Espero que fique tudo bem! Boa sorte!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:22h Responder
  • Renata
    Fica em paz querida, vai dar tudo certo tenha fé. Deus está contigo e vai te ajudar .bjs e fica com Deus

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:18h Responder
  • Tássia
    Oi flor, tudo bom. Bom para começar quero dizer que você tem uma família linda! Entenda o autismo como algo especial, ele simplesmente vai precisar de rotinas específicas e acompanhamentos para que vocês possam entender melhor e se tornar uma família ainda mais unida, ele vai fazer muitas coisas como o irmão só vai ser no tempo dele. Sei que é difícil aceitar, mas vai ser mais uma vitória para sua vida. Parabéns bola pra frente! Grande abraço para vocês. Ah e lembra o autismo normalmente tem como reflexo um dom especial, como você disse eles são detalhistas e inteligentes na maioria das vezes. Busque acompanhamento dos profissionais isso é muito importante não deixe sequer o preconceito chegar perto das pessoas que cercam ele. Entenda sobre o assunto e desarme as pessoas quando ficarem como pena ou simplesmente não entenderem.

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:17h Responder
  • Lilian
    Oi Tina...força na peruca, eu posso imaginar seu desespero, mss do fundo do meu coraçsi desejo q essa turbulencia passe logo, e ja q vc nao podera falar tanto de make e tals, vai contando pra gente como rstao sendo os dias, as adaptaçoes, eu sou mae tbem, e me interesso nesses assuntos, e acredito que devem haver outras maes na mesma situaçao q vc, tenha fé em Deus q as dificuldades serao mais faceis....estou aquo orando por vcs, e agora mais do q nynca acompanharei seu blog mais de perto, e qdo for tendo tempo vc volta a falar de make e tals...rsrsrs, força...um super beijo....

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:15h Responder
  • Malena
    Poxa, Tina! Sinto muito! Creio que Deus te dará forças para cuidar do seu bebê, e acalme o seu coração, quando a gente entrega nossos problemas a Deus, devemos confiar que tudo irá se resolver. Problemas como este são difíceis de aceitar, afinal, é o seu filho, mas creia no melhor. Fica em paz, Tina! Deus abençoe!

    Quinta - 20 de Agosto de 2015 às 08:11h Responder

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://makecoisaetal.com.br/noticia/359/visualizar/